4 de fev de 2016

Encontro Marcado (Meet Joe Black), 1998

Olá pessoal, tudo bem?

Imagine se de repente você começasse a escutar uma voz? E se essa voz se personificasse a sua frente dizendo ser a morte desejando selar um acordo com você? Este é o enredo do filme de hoje, um filme antigo, com seus pontos fracos e fortes. Um filme que não foi muito aclamado pela crítica, mas que traz uma bela mensagem. Confiram! 

O filme nos apresenta o empresário e milionário William Parrish (Anthony Hopkins), prestes a completar 65 anos; sua filha mais velha Allison Parrish (Marcia Gay Harden) é a responsável por organizar suas grandes festas de aniversário, sempre preocupada em impressionar as pessoas. Alisson possui uma vida estável, já casada com uma carreira consolidada. Já a filha mais nova de Parrish, Susan Parrish (Claire Forlani), não se preocupa tanto com o glamour, recém formada médica e noiva do mau caráter Drew (Jake Weber), braço direito de Parrish.


A vida de Parrish é ótima, embora algumas pessoas em quem ele confia só querem apunhá-lo pelas costas, como por exemplo Drew.

Certo dia Parrish recebe uma visita inesperada de um jovem e belo rapaz, Joe Black (Brad Pitt). O que Parrish nunca imaginaria era que Joe era a morte encarnada no corpo de alguém, ele diz a Parrish que lhe dará alguns dias a mais de vida e em troca Parrish deve lhe mostrar um pouco da humanidade, a morte deseja entender as pessoas; ele quer enxergar o mundo como os humanos enxergam. Parrish fica assustado, mas sela o acordo com a morte.


A partir deste acordo Parrish vê sua vida rotineira mudar completamente; Parrish começa a refletir sobre todas as escolhas que fez durante a vida, se tudo o que fez foi realmente bom. Mas a pior preocupação de Parrish se dá quando Joe e Susan se aproximam e acabam se apaixonando, ele pede para que Joe se afaste de sua filha, mas Joe fala sobre o acordo que selaram e que ele pode fazer o que deseja com o tempo que tem para ficar neste mundo.


Parrish tem apenas a chance de fazer o que a maioria das pessoas não pode, se despedir de quem ama, corrigir os erros que cometeu, se despedir da vida,  pois ele tem um encontro marcado com a morte.


Encontro Marcado é um filme sem muitas surpresas mas que traz uma linda reflexão sobre a vida. Os pontos fortes do filme são apresentados nos momentos em que Joe a morte conhece algumas emoções humanas, quando ele derrama a primeira lágrima, quando ele entende que em alguns casos a morte é o único consolo na vida de alguém e quando ele descobre o amor, o desejo e a paixão.


Uma parte cômica é quando Joe conhece os sabores das comidas; Joe fica apaixonado pela pasta de amendoim.


Além de ser um filme previsível, ele também possui outro ponto fraco, sua duração. São três horas de filme, fazendo com que o longa se torne maçante. 

O filme é um remake de Uma Sombra Que Passa de 1934, que possuí apenas 78 minutos, mostrando que não faz sentido o filme ter tantas horas de duração.

As atuações dos filme são muito boas, destacando as atuações de Anthony Hopkins e Brad Pitt.

Enfim, o filme é bom, para quem não se liga aos detalhes e gosta de um romance que emociona, o filme está super recomendado. Agora para quem gosta de grandes tramas, com muitas reviravoltas, este filme não passará de mais um romance água com açúcar.
"Sei que parece pieguice, mas amor é paixão, obsessão por alguém que você não pode viver sem, cair de quatro, amar loucamente alguém que corresponda esse amor. Como vai encontrá-lo? Esqueça a razão e siga o coração. Eu não ouço seu coração! A verdade é que sem isso a vida não tem sentido. Terminar a longa jornada sem ter amado seria como não ter vivido. Você deve tentar, porque se não tentar, não terá vivido."
Título Original: Meet Joe Black
Ano de Produção: 1998
Dirigido Por: Martin Brest
Gênero: Fantasia, Drama, Mistério, Romance
Nota: 3/5


Não deixe de acompanhar o blog nas redes sociais
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Goodreads

4 comentários:

  1. Olá, Mayla.
    Gostei bastante da premissa do filme, mas três horas de duração em um filme sem muitas surpresas certamente tornará tudo muito mais difícil de acompanhar. Ainda sim, talvez eu dê uma chance. Só espero não ficar entendiado. rs
    Gostei da dica.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito longo, mas tem seus pontos fortes. Assista e espero que não fique entediado...rs...
      Abraço!

      Excluir
  2. Um dos muitos filmes do Pitt que ao seu final,sentimos rava de nós mesmos por ter perdido tempo em assistir.Nada acontece de interessante.O romance não funciona e a ideia da história é irreal demais.Acho que até ele mesmo se arrependeu por ter aceito o papel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente um filme fraco, mas serve para distração em um dia que não temos nada para fazer. Pelo jeito você não gostou nada do filme, mas eu ainda consegui tirar algo de bom dele.
      Abraço!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.