[LIVRO] A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões, Louise O'Neill

quarta-feira, março 20, 2019
Olá pessoas, tudo bem?

A resenha de hoje é de um livro que será lançado em breve pela Darkside Books e que os leitores estão apaixonados desde já. Para variar a edição deles parece estar linda e eu já quero uma cópia para mim. Eu fiz a leitura desse livro no último final de semana, a edição que li é em inglês - que também é linda demais. "A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões" vai apresentar um reconto de A Pequena Sereia com uma pegada mais feminista e mais voltada para a época em que vivemos. 


Nesse reino, o patriarcado é forte e tem a palavra final. As sereias mulheres não tem direito à educação (pra quê não é mesmo?), elas são levadas a acreditar que precisam se manter bonitas e sempre agradar aos homens, não falar quando não for solicitado e se for falar que seja para agradar ou elogiar os machos. Elas não tem voz ativa e são criadas à base de ameaças, assim como também são levadas à acreditar que são inimigas. Afinal, um concurso de beleza acontece ali, quem for a mais bonita consegue um casamento. 

É nesse ambiente que a Gaia vive, junto com suas outras irmãs, ela é filha do Rei do Mar e junto com suas cinco outras irmãs vivem infelizes e à mercê das vontade de seu pai. A palavra do Rei é a única que vale e ai de você se desrespeitar ou não fazer o que ele pede. 

Gaia, após salvar a vida de um humano durante uma tempestade, fica perdidamente apaixonada pelo mesmo, e busca ajuda com a Bruxa do Mar para 1) tentar fugir das garras do pai e 2) tentar fazer com que o humano se apaixone por ela também. Porém, como nada vem de graça, Gaia será obrigada a abrir mão da sua voz, literalmente, em troca de pernas humanas e na única chance de encontrar o amor da sua vida. Será mesmo? 


Sabe o filme fofo da Disney, com a Ariel penteando o cabelo e cantarolando? Esquece aquele filme, nesse livro você vai encontrar a versão mais real, porém com personagens que vão te dar vários tapas na cara, mais voltada para a versão clássica do Hans Christian Andersen. O livro trás várias passagens feministas e válidos para a atualidade. 

A autora poderia ter tomado um rumo completamente diferente do que ela fez, mas eu gostei do resultado. A protagonista não é uma feminista, e não se torna uma de repente. É de forma gradual, mas de forma que a gente entende o porquê de estar acontecendo. 

Ela percebe que, apesar de todos os homens ao seu redor sempre falarem um monte de asneira para ela, ela não precisa mudar quem ela é para agradar ninguém. Que as mulheres/sereias não são inimigas, que elas devem se unir e lutar pelo o que é certo. Lutar pela sobrevivência, afinal somos mulheres e somos mais fortes do que pensamos. 


Desde pequena, assim como no livro, fomos obrigadas a acreditar que o homem tem a palavra final e que o que eles dizem é lei. Que temos que nos comportar de certa forma para agradar, que temos que falar certas coisas para arrumar um marido que goste da gente. Que temos que nos comportar porque a sociedade vai nos julgar, vai nos dar nomes e não queremos isso para nossa reputação, não é mesmo? 

O livro questiona justamente isso, o fato de as mulheres terem que fazer todos os sacrifícios enquanto os homens sentam e tiram proveito da situação. Por que eles não são obrigados a fazer os mesmos sacrifícios? Enfim, a autora mostrou que uma mudança de ideologia não acontece da noite para o dia, que é de forma gradual e que demanda tempo e paciência, assim como grande parte das coisas nessa vida. 

Já falei demais, agora só posso recomendar que vocês deêm uma chance e que leia esse livro. É maravilhoso e aposto que a editora fez um ótimo trabalho ao publicar esse livro no Brasil. Recomendadíssimo

The Surface Breaks
Louise O'Neill
ISBN-13: 9788594541574
ISBN-10: 8594541570
Ano: 2019
Páginas: 224
Editora: DarkSide Books


Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads

2 comentários:

  1. Desejo tanto esse livro que nem li a resenha, pra falar a verdade, eu nem sei qual é a sinopse.
    É simplesmente o fato de que amo releituras e essa capa é um luxo, com isso decidi me surpreender.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu terminei de ler hoje e fiquei bem impactada. Achei o final um tantinho corrido, mas a história como um todo me deixou extasiada para terminar de ler, e também pra... sei lá, fazer maratonas de filmes de sereias (amo A Pequena Sereia apesar de tudo hehe). Fiquei curiosa para ver essa edição em inglês <3 a brasileira está linda!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.