17 de set de 2015

Expresso do Amanhã (Snowpiercer), 2013

Olá pessoal, tudo bem?

O filme de hoje já estreou nos Estados Unidos em 2013, mas só agora chegou aqui nas telonas do Brasil. Um filme forte, eletrizante, de tirar o fôlego, uma distopia excelente, muito bem desenvolvida. Confiram!


Em 2014 cientistas desenvolvem o CW-7, uma substância refrigerante que promete por fim ao aquecimento global. Embora haja uma discussão acalorada entre os cientistas que desenvolveram o CW-7 e os ambientalistas, a substância é lançada no espaço por 79 países. Mas o resultado não foi bem o esperado, as temperaturas baixaram tanto, que a Terra entrou em uma Nova Era do Gelo. A espécie humana só não foi extinta porque cerca de 1.000 pessoas embarcaram no Snowpiercer (Perfura Neve), um trem com rota global e perpétua, ele viaja perfurando a neve, mantendo os passageiros aquecidos, enquanto o Snowpiercer estiver em movimento, ninguém congelará.



É claro que nem tudo é perfeito, no Snowpiercer cada um têm seu lugar. Existem classes sociais dentro do trem, onde as pessoas menos favorecidas são as que vivem na cauda, nos últimos vagões do trem e as mais favorecidas vivem nos vagões da frente. A população que vive na cauda é a que mais sofre, diariamente eles são contados e recebem uma barra proteica, único alimento que é oferecido a eles. Eles vivem em condições sub-humanas e são obrigados a seguir todas as regras impostas pelo Wilford (Ed Harris), o criador do Snowpiercer, venerado como um deus pelos passageiros do trem. Quem sai da linha é punido, e a responsável pela fiscalização e pelas punições é a ministra Mason (Swinton), uma mulher fria e perversa. Que ódio dela.


Dezessete anos depois de embarcarem na "arca de metal", depois de quatro revoltas mal sucedidas da população da cauda, um novo levante é planejado. Liderado por Curtis Everett (Chris Evans) e Gilliam (John Hurt). Eles recebem pílulas vermelhas, colocadas nas barras proteicas, com mensagens de alguém da frente, alguém que eles acreditam estar ajudando eles na revolução. O objetivo de Curtis é chegar a frente do trem, onde ele planeja enfrentar Wilford.



E assim um grupo de homens vai passando de vagão em vagão, rumo a frente, ao encontro de Wilford. Destacando o jovem Edgar (Jamie Bell) que nasceu no trem, bebê-trem como são chamados, que vê Curtis como um herói, Tanya (Octavia Spencer), uma mulher de garra, que está a procura do filho que foi levado pela secretária de Wilford, Andrew (Ewen Bremner) que procura vingança pela punição que recebeu e que também procura o filho que foi levado, Namgoong Minsoo (Kang-ho Song) um engenheiro elétrico que os auxilia na abertura das portas que separam os vagões e sua filha clarividente Yona (Ah-Sung Ko) um bebê-trem também, ambos viciados em Kronol, uma droga alucinógena, eles ajudam e em troca recebem a droga.



A medida que eles avançam pelos vagões percebemos o quão expressiva é a desigualdade. Enquanto na cauda eles viviam em condição precária, um local sem cor, os vagões da frente tinham comida de qualidade (frutas, legumes, carnes e até sushi), roupas limpas, escola, festas, bebidas e drogas, nestes vagões o mundo tinha cor. Durante o trajeto conhecemos melhor a história de Curtis, os segredos que ele carrega, a dor que ele traz consigo.




Expresso do Amanhã é uma crítica a sociedade atual, ele mostra claramente que se continuarmos do jeito que estamos, quem irá acabar com a nossa espécie será nós mesmo, mostra que a natureza não precisa de nós para "sobreviver", ela é um ecossistema autossustentável, se provocarmos o caos, nós mesmos sofreremos, pois ela sempre, sempre achará um meio de se reerguer. É uma crítica também a forma em que vivemos, onde uns tem muito e outros não tem nada, onde o ter e o poder estão acima de tudo. Apresenta ainda uma ótima metáfora sobre a sobrevivência. 

O filme apresenta cenas geniais, as cenas de combate são bem intensas, e algumas um pouco hilárias, como por exemplo, quando em meio a um combate, eles param do nada e comemoram a 18° volta, comemoram o Ano Novo. 




O elenco possui rostos bem conhecidos, destacando a atuação de Chris Evans, para mim foi uma atuação formidável, foi bom vê-lo interpretando um personagem diferente.

O longa é uma adaptação da HQ francesa Le Transperceneige, quero muito conferir esta obra, se o filme é bom, imagina o livro.

Enfim, o filme me deixou perplexa, depois de assistir eu fiquei um bom tempo refletindo sobre nosso mundo. Que filme bom! Assistam, um filme super hiper, mega recomendado! =D
"Know your place. Accept your place. Be a shoe." "Conheça o seu lugar. Aceite o seu lugar. Seja um sapato."
Título Original: Snowpiercer
Ano de Produção: 2013
Dirigido Por: Joon-ho Bong
Gênero: Drama, Ficção Científica
Nota: 5/5



Acompanhe o blog nas redes
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Google+

2 comentários:

  1. Oi, Mayla.
    Eu assisti esse filme em 2013 mesmo, logo que saiu. E olha... Fui pega desprevenida. Eu assisti sem sequer ter lido a sinopse e que surpresa maravilhosa que eu tive! Que história rica, complexa e bem montada. Foi para minha lista de favoritos na hora. 5/5.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena não ter conhecido este filme antes. Realmente é uma história muito rica. Ele também entrou para minha lista de favoritos. =D
      Abraço!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.