8 de out de 2015

Gattaca - Experiência Genética (Gattaca), 1997

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje trago a vocês um clássico do cinema. Imagine uma sociedade onde seu potencial seja definido de acordo com o seu DNA. Uma sociedade onde qualquer predisposição, por mais pequena que seja, a uma doença te faça ser considerado um inválido. Este é o enredo do filme de hoje, uma ótima ficção científica que levanta pontos interessantes para discussão de questões referentes a bioética. Confiram!


Em um futuro não muito distante, devido aos avanços nos estudos em genética e reprodução, a sociedade divide-se em dois grupos: os "Filhos de Deus" e os "Perfeitos". O primeiro grupo refere-se aos filhos concebidos de forma natural, de acordo com as leis da natureza e o segundo grupo refere-se aos concebidos de acordo com a manipulação genética, ou seja, embriões fertilizados in vitro, onde só os que possuem o melhor DNA são escolhidos. Nesta sociedade os "imperfeitos" são designados para os trabalhos mais simples, e os "perfeitos" são designados para os mais altos cargos.

É nesta sociedade que Vincent Freeman (Ethan Haeke) vive. Vincent nasceu de uma relação biológica, logo que nasceu a primeira coisa que fizeram com ele foi retira-lhe uma gota de sangue e analisar seu DNA, Vincent foi diagnosticado com miopia e arritmia cardíaca, segundo as análises ele viveria até os 32 anos com 99% de certeza. Vincent logo que nasceu foi considerado um inválido.


Dois anos depois os pais de Vincent decidem terem mais um filho, mas desta vez eles não cometem o mesmo "erro", eles vão até uma clínica para realizar a fertilização in vitro e escolher o melhor embrião. Na clínica eles tem a possibilidade de escolher a cor dos olhos, cor do cabelo, sexo, enfim, eles podem escolher o biótipo que quiserem que o filho ou filha tenha.

E assim Vincent ganha um irmão, Anton Freeman (Loren Dean). Anton diferentemente de Vincent, tem um bom porte físico e uma saúde invejável, apesar de ser dois anos mais novo que Vincent, ele aparenta ser mais velho, pois seu desenvolvimento é muito avançado. E assim Vicente cresce a sombra do irmão "perfeito" Anton.


Vincent tem um sonho que se intensifica ainda mais na adolescência, ele sonha em viajar para o espaço, conhecer a lua de Júpiter, a Lua Titã. Mas para que seu sonho se torne realidade ele tem que conseguir um emprego em GATTACA (uma espécie de NASA), mas Vincent é considerado um inválido. Seus pais tentam fazer com que ele desista de seu sonho, como todos na sociedade, eles consideram Vincent "imperfeito", incapaz de realizar trabalhos considerados importantes.

Vincent e Anton sempre disputam uma corrida a nado, e claro Anton sempre ganha, porém, em uma destas disputas, Anton não consegue nadar tanto quanto Vincent, pela primeira vez Vincent ganha de Anton e ainda salva o irmão do afogamento. Neste mesmo dia Vincent sai de casa, ele percebe que é capaz, ele percebe que pode sim correr atrás de seus sonhos, mesmo que o mundo diga que ele é incapaz.


Após anos e anos de trabalhos humilhantes, Vincent finalmente consegue um trabalho em GATTACA, um trabalho muito distante de seu objetivo, ele consegue um trabalho de faxineiro.

Vincent então começa uma árdua jornada em busca de seu objetivo, ele começa a estudar e a praticar exercícios para melhorar seu porte físico, no entanto, mesmo com todos os avanços físicos e mentais, Vincent nunca será apto, pois seu DNA nunca estará a altura de GATTACA.

 

Então Vincent procura um serviço que ajuda os "imperfeitos". Vincent conhece Jerome Eugene Morrow (Jude Law), um "perfeito" que sofreu um acidente e ficou paraplégico. Então Vincent passa por uma transformação e adaptação, todos os dias ele retirar todas as células mortas de seu corpo, utiliza ponteiras nos dedos com o sangue de Jerome e toma todo o cuidado para não deixar seu DNA em nenhum lugar, Vincent assume a identidade de Jerome e assim ele consegue entrar em GATTACA e Jerome consegue manter sua vida de luxo, mesmo que agora ele também seja um incapaz.



Com o tempo Vincent se destaca nos trabalho em GATTACA e consegue fazer com que apoiem seu projeto para viagem a Titã. Mas o assassinato de um dos diretores da empresa ameaça a identidade e os sonhos de Vincent. Por um descuido Vincent deixa um cílios seu cair, e os investigadores o acham. Como seu DNA é de um "imperfeito" ele se torna o principal suspeito. Vincent tem suas fotos espalhadas por todos os locais, e vive com medo de que sua verdadeira identidade seja descoberta. Em meio a tudo isto, Vincent ainda descobre o amor, ele se apaixona por Irene Cassini (Uma Thurman), que não sabe nada sobre a verdadeira identidade de Vincent.


Fiquei sabendo da existência deste filme durante minha graduação e só agora tive a oportunidade de assistir. O filme é uma crítica as formas de preconceitos, onde determinamos quem é melhor ou pior de acordo com suas limitações físicas. É uma crítica também as manipulações genéticas, que em alguns casos, não todos, os homens gostam de "brincar de Deus". Nos leva a refletir também sobre a ética dentro da ciência, até onde devemos ir? Qual é nosso limite?

É interessante a facilidade com que os personagens conseguem o sequenciamento de DNA das pessoas, basta levar um fio de cabelo ou um cílios qualquer parte do corpo que contenha o DNA, até a saliva do parceiro após um beijo a cabines semelhantes a guichês de venda de passagens, e em questão de segundos o sequenciamento é entregue ao solicitante.

Gostei muito do filme, fiquei pensando em como os produtores da época tiveram uma visão futurista, por exemplo, os computadores mostrados são muito parecidos com os que utilizamos hoje em dia. E tiveram também uma visão de futuro que talvez um dia ainda se torne realidade.
 
Para entender o nome do filme lembremos das aulas de genética. GATTACA são as bases nitrogenadas do DNA, sendo G- guanina, A- adenina, T- timina e C- citosina, então o nome do filme é um seguimento de DNA, podendo ser um gene que codifica uma proteína ou não. Não consegui encontrar nenhuma informação a mais sobre o porque desta sequência específica, se alguém descobrir por favor comente aqui, fiquei muito curiosa para saber.

Gattaca é um ótimo filme, que apresenta um futuro não muito difícil de imaginar. Assistam, tenho certeza de que vão gostar.
"Não existe um gene para o espírito humano."
"Dizem que quando partimos, cada partícula de nosso corpo se transforma em uma estrela, então talvez eu não esteja de partida e sim de chegada."
Título Original: Gattaca
Ano de Produção: 1997
Dirigido Por: Andrew Niccol
Gênero: Ficção Científica
Nota: 5/5

2 comentários:

  1. Não conhecia o filme. Como a premissa é muito boa, fiquei curioso. Acredito que irei gostar de assisti-lo.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista, é um filme muito bom, você vai gostar! =D
      Abraço!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.