9 de fev de 2016

Estreia da Semana | Deadpool

     Depois de muito tempo (MUITO TEMPO), finalmente Deadpool ganha seu próprio longa-metragem. Anunciado em 2009, o filme do "herói" mais ácido e satírico da Marvel chega aos cinemas do Brasil no próximo dia 11 (quinta-feira).
Para assistir no Dia dos Namorados: estreia de Deadpool perto do Valentine's Day gera divulgações tradicionais às comédias românticas.


     Quando eu digo que a espera foi longa, realmente quero dizer isso. A Century Fox (também produtora de outros personagens da Marvel, como os X-Men e o Quarteto Fantástico) anunciou o filme em 2009 e apenas sete anos depois iremos poder vê-lo. Ainda em 2009, ele aparece em X-Men Origens: Wolverine, já com o Ryan Reynolds como Wade Wilson.
     Se você não conhece nada sobre o Deadpool, aí vai o que você realmente não pode não saber antes de assistir ao filme: ele é completamente diferente dos outros heróis que recebem destaque. Primeiramente porque nosso primeiro contato com os heróis é ainda na infância e Deadpool não é o tipo de pessoa que você deve deixar suas crianças assistirem (olha, sou apenas sincera...). Sua infância foi marcada por tragédias e violências que o tornaram o mercenário atormentado que o tornou famoso.
     Além disso, Deadpool é o primeiro herói da Marvel a protagonizar um filme com classificação indicativa para maiores de 18 anos (aqui no Brasil, +16). Muitos podem não entender o porquê disso ser importante, mas eu explico: uma parcela considerável dos espectadores dos filmes de heróis são menores de idade. Quando a Fox permite que apenas os adultos vejam, eles estão apostando em uma grande perda de público, porém com uma liberdade de expressão que é necessária para um filme protagonizado por um anti-herói sem filtros como o Deadpool (apesar de se identificar como hétero, o cara tem traços de pansexualidade e de vez em sempre joga um verde no Homem-Aranha).
     Wade Wilson, ex-militar e mercenário, é diagnosticado com câncer e encontra uma possível cura em uma experiência científica sinistra. Curado, ele recebe poderes e a zoeira, que é sua maior característica, e assim se torna Deadpool, para se vingar "do homem que destruiu a sua vida" (aspas porque acho meio melodramático escrever essas coisas).
     O destaque do filme, apesar de tudo, não está só no Ryan Reynolds. Morena Baccarin (linda cheirosa maravilhosa diva de firefly e gotham e, principalmente, brasileira) é Vanessa Carlysle (Copycat), o par romântico do Deadpool (porque só é filme de herói se tiver romance). De acordo com a própria atriz, o filme vale não tanto por sua comédia e ação, como pelo romance (algumas propagandas têm divulgado Deadpool como um filme de comédia romântica, por causa do Valentine's Day - Dia dos Namorados em vários países pelo mundo). Morena também falou sobre como Ryan Reynolds é incrível e divertido e sobre como foi constrangedor fazer as cenas de sexo do filme.
     Outros atores que também integram o elenco são Ed Skrein, T.J. Miller, Gina Caranjo, Brianna Hildebrand, Stefan Kapicic e Leslie Uggams, além da já tradicional participação do Stan Lee.

Título Original: Deadpool
Distribuição: FOX FILMS
Ano: 2016


Ex-militar e mercenário, Wade Wilson é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.
(Sinopse por AdoroCinema)

Nenhum comentário:

Deixe um comentário ;)

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.