30 de mar de 2016

A desconhecida, Peter Swanson.

Oi gente! Hoje é dia de resenha literária. Fazia um tempo que eu não lia um romance policial com bastante suspense e reviravoltas. "A desconhecia" supriu um pouco essa necessidade, apesar de em alguns pontos eu conseguir desvendar.


 Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras. Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?








De cara a história chamou atenção. George tinha aquela vida "pacata" onde nada de bom estava acontecendo e até o seu relacionamento com a ex, amiga Irene era confuso. Quando Liana Deckter reaparece em um bar em uma noite de sexta-feira, as coisas começam a mudar. George ganha um pouco de aventura na vida. Exceto pelo fato de que ela precisa dele para devolver meio milhão de dólares que roubou de um cara rico. George faz o favor, porém descobre que o homem foi morto assim que ele deixou a residência e se tornou até virou suspeito. Apesar de ter tido um passado conturbado com a moça, ele sempre busca motivos para não desconfiar de Liana. Ele acredita piamente que, um homem que aparece se intitulando Donald Jenks está ameaçando a garota.



A narração é intercalada entre presente e passado. Somos levados até a faculdade, onde o jovem George conhece e tem uma relação incrível com uma garota chamada Audrey Beck. Quando retorna das férias de verão, nosso amigo tem a notícia de que a namorada morreu e parte para a cidade natal dela. Adivinhem? Audrey era Liana, e ele se mete (na primeira) trama em que essa "desconhecida" o coloca, que termina com uma morte. No tempo presente, George tem que lutar pela sua vida, de Irene e desvendar o mistério. Além, é claro, de tentar entender se Liana é culpada ou não na morte. O clima fica pesado várias vezes e o autor consegue nos prender. Lá no começo eu já disse que consegui desvendar alguns mistérios, mas de forma alguma isso fez com que eu abandonasse a leitura ou a visse com outros olhos. Ao contrário, a sensação de que precisava saber o desfecho manteve o interesse até a última linha.



A capa está muito intrigante e faz todo o sentido com a história! A diagramação também está perfeita e novamente a Novo Conceito está de parabéns. Então, se você curte um bom romance policial, gosta de desvendar mistérios e de prender a respiração em algumas cenas, "A desconhecida" é uma boa pedida. Muitas cenas de ação, um passado que te prende e algumas mortes, fazem desse um thriller imperdível.

"Mas eu tive melodrama demais nesta vida, e daria de bom grado meus cinco sentidos se eles pudessem assegurar a paz e a segurança que temos. A felicidade não é uma posse a ser conquistada, é uma qualidade do pensamento, um estado de espírito."

Título: A Desconhecida
Autor: Peter Swanson
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581638065
Número de Páginas: 288
Data de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon Cultura  Extra

Nenhum comentário:

Deixe um comentário ;)

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.