24 de jun de 2016

Eu Matei Minha Mãe, 2009

Olá pessoas!
Hoje vim falar do primeiro filme do incrível Xavier Dolan, filme que ele escreveu, dirigiu, atuou e produziu. 

Hubert Minel é um jovem impetuoso de 17 anos que não gosta nem um pouco de sua mãe. Ele despreza suas roupas bregas, o estilo kitsch e as migalhas de pão que sempre ficam no canto de sua boca. Além desses traços, a relação dos dois é pautada pela manipulação e a culpa. Confuso e dividido por uma relação de amor e ódio que o deixa cada dia mais obcecado, o garoto vive uma adolescência que é ao mesmo tempo típica e marginal, marcada por novas experiências artísticas, amizades, sexo e abandono.

Conheço pouco do trabalho do Xavier Dolan e quando ouvi falar de Eu Matei Minha Mãe, logo fui atrás de seu primeiro filme. Eu Matei Minha Mãe chamou a minha atenção logo de inicio pelo seu nome e após ter assistido ao filme, fiquei muito tempo olhando para a tela do computador, pensando e absorvendo o que havia acabado de ver.

Eu Matei Minha Mãe trata de um relacionamento real e complexo entre mãe e filho. No filme, conhecemos Hubert, um adolescente com sede de liberdade, egoísta e egocêntrico e a mãe de Hubert, a Chantale, Chantale é uma mulher confusa que tenta criar sozinha o filho do modo que lhe é certo num mundo machista e difícil.



Chantale e Hubert são humanos e mesmo que haja amor nesta relação, ela não deixa de ser difícil e dolorosa para ambas as partes. É uma relação que não tem uma convivência nada boa e é tão real, cheia de problemas e complexa, nós acabamos vendo a vida real na tela. Ao longo do filme, conseguimos sentir as angustias de ambos e compreender as atitudes e pensamentos deles, ouvimos e sentimentos a dor dos dois lados da história.

Os atores que interpretam a mãe e o filho, a Anne Dorval e o Xavier Dolan são maravilhosos e passam tanto sentimento em suas expressões, jeitos e tom de voz, é a incrível quantidade certa de intensidade que aqueles personagens exigiam. 

Outra coisa que amo nesse filme é a fotografia! Sério, amantes de fotografia, que coisa linda e intensa é essa fotografia. Além disso, a trilha sonora também é uma delicia e encaixa muito bem com o filme.

Eu Matei Minha Mãe está no netflix, então aproveitem! Este é um filme que é necessário digerir após assistir, absorver os diálogos e admirar a fotografia. É um filme que desromantiza essa relação de mãe e filho e trata de forma interessante e coerente os conflitos adolescentes. 

Título: J'ai Tué ma Mère
Diretor: Xavier Dolan
Ano produção: 2009
Duração: 96 minutos
Gênero: Biografia, Drama



Não deixe de acompanhar o blog nas redes sociais! 
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Goodreads

Nenhum comentário:

Deixe um comentário ;)

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.