[FILME] A ganha-pão (The breadwinner), 2017

Hey pessoal,

Hoje eu vim falar de filme, pela primeira vez nos meus anos de colunista aqui no Tudo Que Motiva, mas é que esse filme é tão lindo, que achei que merecia falar dele aqui pra vocês.



A história do filme é sobre Parvana, uma jovem que vive em um Afeganistão governado pelas forças do Talibã. Quando seu pai é preso de maneira injusta, ela precisa se disfarçar como um menino para trabalhar e garantir o sustento de sua família.

Tive conhecimento desse filme por acaso, estava procurando algo para ver no sábado a noite, e essa animação apareceu logo que abri meu Netflix, dei uma olhada rápida pela sinopse e me interessei, e assim que comecei a assistir, mergulhei completamente numa história incrível, envolvente, triste e muito realista, essa animação aborda os temas de forma tão forte e sincera, mas com uma delicadeza feminina sem igual. A personagem principal é maravilhosa, muito forte e determinada, ela não mede esforços para manter sua família e procurar o pai e trazê-lo para casa novamente.




A família toda, apesar das dificuldades é bem unida e nota-se o quanto eles se amam, e se protegem, os ensinamentos dos pais são muito bonitos, e ao longo de todo o filme, acompanhamos além da família, uma história que o pai contou, e a garota conta ao irmão mais novo, sobre um jovem que passa por diversas dificuldades para recuperar algo importante para seu povo; e é muito bonito a forma como essas duas histórias se entrelaçam do começo ao fim do filme.

O traço da animação é muito bonito, rico em detalhes tanto de seus personagens, quanto das paisagens e cenários do filme, as cores utilizadas também combinam perfeitamente com a ambientação de sofrimento e pobreza retratados na animação, com alguns pontos de cores para destacar coisas importantes, como os olhos de Parvana, o lenço que ela e sua irmã usam, a burca que é azul e da um destaque muito forte em relação as crenças de que a mulher não pode atrair atenção para si. E em contraste com as cores mais neutras e terrosas, temos muita cor quando passamos a ver a história que Parvana conta a seu irmão menor Zaki, com um traço diferenciado que também é muito bonito.





É um filme bem forte, os temas abordados são bem atuais e toda a história da família, e suas dificuldades são tão palpáveis, que é quase impossível não se emocionar e se encantar com personagens que são fortes mesmo passando pelas mais diversas dificuldades como a fome, casamentos forçados, sexismo, violência, e guerra. 















The Breadwinner
Ano: 2017
Diretora: Nora Twomey
Duração: 94 minutos

*ESSE POST FAZ PARTE DO TOP COMENTARISTA DE JULHO/2018*

Acompanhe o blog nas redes sociais!
InstagramTwitter Facebook SkoobGoodreadsPinterest

19 comentários:

  1. Gostei da dica e das animações que você inseriu no post, ainda não tinha ouvido falar desse filme mas parece ser bem sensível e tratar de um tema pesado. A personagem principal parece ser tão jovem e com uma vida tão diferente da do nosso país, bem corajosa. Anotei a dica pra assistir mais a frente ;)

    ResponderExcluir
  2. Triste e bonita essa história. Já chama atenção só por como essa menina precisa se virar pra garantir o sustento da família sem o pai. Que coragem! E parece ter um jeitinho bonito de ver as coisas, como a família dela é apresentada, essa coisa de contar historias dentro da história e as lições que pode ter. Achei bem bonitinha a animação. Veria. Gostei da dica, mesmo fugindo muito do estilo de coisa que vejo ultimamente.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, já quero assistir!
    Amo animações, mas nunca assisti algo nesse estilo.
    Parece ter uma mensagem forte e bonita, com certeza é pra ficar com lágrimas nos olhos.
    Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, confesso que fiquei meio receoso de assistir o longa por conta do retrato cru que o mesmo faz sobre a cultura do Afeganistão, mas ao mesmo tempo sinto que é necessário conhecer e refletir sobre como o modo de vida é bastante singular em alguns países, ainda que esse seja marcado por situações tão tristes e chocantes. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Puxa, adoro quando tem indicação de algum filme que eu ainda não conhecia!!!
    Não fazia a mínima ideia da existência desta animação, mas claro que já estou indo atrás. Além de amar animações, amo mais ainda, quando é de algo que parece tão triste, lindo e familiar.
    Os traços são belíssimos, realmente!
    Obrigada pela dica!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá Amanda! Realmente o filme retrata bastante bem a vida no oriente médio, e eu acho tão frustrante essa realidade na qual essas pessoas vivem. A valorização da família deixa bem explícito a força do amor e a importância da união como forma de resistência ao regime opressor. Uma boa dica até como forma de estudo acerca das guerras que lá ocorrem. Os traços da animação são bem delicados mesmo, com certeza vou dar uma conferida. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Amanda.

    Uau... Que filme intenso, né?

    A Parvana realmente mostra-se ser uma personagem forte, por, precocemente, tomar para si uma grande responsabilidade, mas que se faz necessária nessa jornada pela frente.

    Eu ainda não tinha conhecimento sobre esse filme, mas depois dessa dica, quero assisti-lo o quanto antes! 😍


    ResponderExcluir
  8. Oi, Amanda!!
    Gostei muito da indicação desse filme, essa é a primeira vez que vejo a indicação dessa história e apesar de ser uma animação trata de um assunto bem real. Adorei os traços dessa animação e já no trailer dar para notar que Parvana vai ter que muito corajosa ao se vestir de menino para poder ajudar a sua família. E o melhor do filme é que tem na Netflix e vou poder assistir em um final de semana.
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Uau to encantada com essa animação, não conhecia.
    Realmente aparenta ser um filme forte e sensível, cheio de lições de vida e críticas sociais. Um filme todo atemporal. Apesar de ser triste a história é muito linda, ver a luta dessa personagem para conseguir sustentar a família me deixou tão tocada.
    Com certeza vou assistir, obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Adoro animações, mas essa eu não conhecia, a história é bem parecida com outras que já vi, mas eu gostei. Apesar de ter um pano triste na história da família, imagino que seja daquela que no fim tudo acaba bem, do tipo que eu gosto, rs.
    Adoro e a indicação, vou acrescentar na lista da Netflix.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Amanda!
    Importante assistir mos animações gráficas que falam sobre as dificuldades no Afeganistão, primeiro porque atinge um público mais jovem que por vezes nem se sabe as dificuldades que se passam no outro lado do mundo e porque podemos conhecer mais sobre a culturo e o povo afegão, principalmente diante de tanta xonofobia que tem sofrido aqui no BRasil e pelo mundo.
    Desejo uma ótima semana!
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Adoro filme de animação, sempre que vejo fico emocionada já que por trás de toda historia tem um ensinamento básicos e real. Esse filme me deixou bem curiosa e com certeza anotarei para ver na netflix..

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  13. Oi, Amanda
    Tenho netflix e ainda não tinha visto essa animação (filme).
    Fui correndo dar uma olhadinha tenho certeza que é comovente, lindo e triste como sou manteiga derretida já sei que vou chorar.
    Assim que tiver um tempinho vou assistir, Parvana é uma menina guerreira mesmo.
    Obrigada pela dica, beijos!

    ResponderExcluir
  14. Confesso que tenho uma enorme paixão por animações, elas são tão leves e sempre nos passam lindas mensagens e ensinamentos!! Ainda não conhecia o filme, e já fui correndo adicionar a minha lista, excelente dica, pode nos indicar sempre ♥

    ResponderExcluir
  15. Oi Amanda.
    Adorei a indicação do filme. Já tinha visto uma resenha desse filme em um outro blog e tinha me interessado bastante nele.
    Parvana é uma guerreira mesmo. Vai ser ótimo acompanhar a sua jornada e da sua família.
    Já vou procurar no Netflix.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Que animação linda quando ela conta as histórias. É um filme pesado de ver, pois conta a realidade das mulheres no Afeganistão, mas é com animação que dá vontade de continuar assistindo.

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia essa animação, gostei do enredo, pois nota-se que a personagem tem garra para correr atrás do melhor para sua família, se arriscando na cidade disfarçada. Ao assistir podemos tirar uma boa lição disso tudo!!

    ResponderExcluir
  18. Nossa! Não imaginava uma animação sendo ambientada no Afeganistão e toda essa relação com o Talibã. Fiquei bastante surpreso com a história e bem animado para assistir e conhecê-la um pouco mais. O começo, sobre o disfarce da garotinha, me lembrou Mulan (amo!). Espero gostar deste lindo desenho.

    ResponderExcluir
  19. Que animação linda.
    Adorei a sua resenha, parece triste, mas com muita emoção, reflexão e ensinamentos.
    Gosto de filmes/séries e livros assim.
    Não gosto muito da cultura afegã, mas é interessante e importante sabermos mais sobre.
    E esse filme parece ser uma ótima opção para.
    Vou assistir em breve.
    bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.