[LIVRO] Lost Boy: The True Story of Captain Hook, Christina Henry

Olá pessoas, tudo bem? 

O final do ano está se aproximando e eu sei que preciso trazer os melhores e piores do ano, mas ainda quero finalizar algumas leituras, vai que algum desses se tornam favoritos da vida? Enquanto isso, hoje eu trago a resenha desse livro que li no começo do ano. Pois é, eu comecei 2018 finalizando essa leitura e acho que vocês vão se surpreender com a história, assim como eu.


"Lost boy" vai apresentar um reconto da história do Peter Pan que tanto conhecemos, porém vai nos dar o ponto de visto do Capitão Gancho. Mas não apenas isso, o livro vai nos levar à ilha do Peter Pan (Neverland) com todas as outras crianças que foram levadas para lá. O ponto de vista principal é de uma das crianças perdidas que Peter levou, o Jamie. 

Jamie então, vai narrar com todo o amor no coração, o quão Peter foi bom em salvá-lo. Afinal, ele foi o primeiro a ser levado para o mundo novo, cheio de diversão, aventuras, brincadeiras e sem preocupação alguma. Jamei se tornou o braço direito de Peter, apoiando em tudo o que for preciso, lutando e brincando ao seu lado, e também tomando conta das outras crianças que foram juntando-se à eles com o tempo. 


Nem tudo são flores e alegrias em Neverland, também encontra-se crocodilos, piratas, doenças e batalhas. Ser jovem para sempre é diferente de ser imortal e muitos dos jovens não percebiam isso, eram inconsequentes e, no final das contas, Jamie também era o responsável por enterrar essas crianças. 

Ao contrário do que parece, com os anos, Jamie foi percebendo que algo estava diferente com ele. Ele começou a pensar mais nas consequencias de suas ações, a pensar mais na idade que ele realmente deveria ter. Tudo isso juntando com o fato de Peter não se importar nem um pouco com ninguém da ilha, além dele mesmo e -talvez- Jamie.

“All children grow up, or they die, or both. All children, except one.” (Todas as crianças crescem ou morrem, ou dois. Todas elas, exceto uma).

Em um dos inconsequentes atos de Peter, ele trás para Neverland, um menino que é jovem demais para estar ali, que tinha o amor de sua família, ele não era um "desajustado". Jamie passa a se sentir responsável por ele e, com isso, enfrentando e sentindo a fúria - e inveja - de Peter. Levando à todos da ilha para um caminho sem volta, uma batalha que está longe de terminar. 


Acho que eu nunca tinha lido nenhum reconto do Peter Pan, na verdade, não conheço muito da verdadeira história dele, mas esse livro vai apresentar uma versão bem mais sombria da história e bem mais sangrenta também. Mas não apenas isso, apesar de ter seus momentos violentos, a história também tem seu lado significativo e mais carinhoso, digamos.

“They all thought they were special, but only I was. I was first and none of them could take that from me. I was first and best and last and always.” (Todos eles pensavam ser especiais, mas apenas eu era. Eu fui o primeiro e nenhum deles poderiam tirar isso de mim)

Jamie é o protetor das crianças e o líder quando Peter não está por perto. E Jamie só se tornar quem ele é, quando ele descobre a real identidade de Peter e isso, meus amigos, é apresentado de uma forma muito boa. O twist é interessante e a forma que a autora trabalhou todo o processo é de chocar qualquer um. O livro não ter uma versão romantizada de Peter Pan, então não espere por isso quando ler. 


Com certeza é um livro que me fez querer ler mais recontos e querer ler mais da autora. Nem sempre finais felizes são os melhores e toda história tem dois lados. "Lost Boy" vai mostrar essa outra versão. Ah, não pense que é um livro sangrento, longe disso, as cenas de morte não são descritivas ao ponto de te fazer embrulhar o estomâgo. As cenas estão ali, as mortes acontecem, mas também o carinho e a forma que o Jamie trata as mortes fazem a diferença. Recomedo demais a leitura se vocês tiverem a chance de ler algo da autora, façam sem medo. 

Lost Boy
The True Story of Captain Hook
Christina Henry
ISBN-13: 9780399584022
ISBN-10: 0399584021
Ano: 2017
Páginas: 304
Editora: Berkley


Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads ♦ Pinterest

2 comentários:

  1. Que legal!
    Também não li nenhum releitura de Peter Pan, mas o que mais desejo é Tiger Lily.
    Gostei muito da premissa desse livro, a capa é encantadora e agora só falta lançar por aqui.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que gracinha que deve ser este livro!Ainda não tinha visto ou lido nada a respeito dele, por isso, adorei tudo que li acima!
    Trazer qualquer coisa referente a Peter já é fantástico por si só(é um dos meus contos favoritos)
    Com certeza, se tiver oportunidade, quero sim, poder conferir!!!
    Beijo

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.