[FILME] Megarrromântico (Isn't It Romantic), 2019

segunda-feira, março 18, 2019
Olá pessoal, tudo bem?

Hoje trago para vocês um filme que chegou recentemente a Netflix. Assim que Megarrromântico chegou a Netflix eu fui correndo assistir, esperava uma comédia romântica bem diferente do gênero, longe daqueles clichês, porém não foi bem o que encontrei, vem conferir a resenha para saber os detalhes.





O filme inicia nos mostrado a pequena Natalie assistindo ao filme Uma linda mulher e sonhando com um amor de cinema, quando sua mãe aparece e diz a ela que tudo aquilo que ela está vendo não é verdade, que na vida real nada daquilo acontece.

Aí temos um salto de 25 anos. Agora temos Natalie (Rebel Wilson) já adulta, arquiteta, com um emprego estável. Natalie é uma pessoa que não se impõe, deixando as pessoas pisarem nela. Ela também não acredita em romance, e afirma que nenhum homem olharia para ela. Já sua melhor amiga Whitney (Betty Gilpin) é totalmente o contrário dela, e ama assistir uma boa comédia romântica cheia de clichês. Seu amigo Josh (Adam Devine) possui visões bem mais parecidas com Whitney do que com Natalie.
   

Depois de mais um dia comum, Natalie é assaltada no metrô, e ao tentar recuperar sua bolsa acaba batendo a cabeça. 

Natalie acorda em um hospital muito aconchegante, com um belo médico, e neste momento ela já começa a achar aquilo muito estranho. Ao receber alta e retornar para casa, as coisas começam a ficar ainda mais estranhas. Então ela percebe que está vivendo "dentro" de uma comédia romântica, cheia daqueles clichês que ela tanto abomina, e o mocinho da história é nada mais nada menos que Blake (Liam Hemsworth) o cliente bonitão que na vida que ela vivia nunca olharia para ela.
    


Agora Natalie só quer entender o porque dela parar nesta realidade alternativa, e como ela faz para sair desse mundo maluco, mas é claro que ela também irá se aproveitar de algumas situações.

Megarrromântico não cumpre exatamente o que promete, encontramos sim uma sátira ao gênero -  como por exemplo, o triângulo amoroso, a mocinha que corre atrás do seu amor no último minuto, o cenário sempre lindo e musical - porém os clichês principais ainda estão lá. O filme traz uma linda mensagem de empoderamento e aceitação, e isso dá muitos pontinhos positivos para o longa.

O elenco é ótimo, destacando é claro Rebel, gente essa mulher é incrível mesmo, não tem como não rir. Já Adam Levine apresenta um personagem mais sério, bem diferente do palhaço que encontramos em outros longas. Liam apresenta o típico esterótipo mocinho, e faz muito bem.
    



Enfim, embora não tenha sido tudo aquilo que esperava, Megarrromântico é um filme divertido, ótimo para distração e para dar algumas boas risadas.

As pessoas te enxergariam mais se fosse mais acessível.

Megarrromântico
Ano: 2019
Direção: Todd Strauss-Schulson




2 comentários:

  1. Ah, eu gostei do enredo.
    Não estou assistindo muitos filmes, mas é bom ter opções de algo mais agradável.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu vi o filme assim que ele chegou no catálogo. Eu adoro comédias românticas e adorei ver todos esses clichês misturados par nos passar uma mensagem bacana sobre amor próprio e empoderamento.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.