[LIVRO] Até que a culpa nos separe, Liane Moriarty

segunda-feira, agosto 31, 2020
Olá pessoas, tudo bem? 

Mais uma resenha para a lista e a de hoje foi leitura recente que fiz em conjunto com um pessoal lá no instagram. Esse é o quarto livro da Liane Moriarty que eu leio e ouso dizer que talvez seja meu mais novo queridinho da autora. 


"Até que a culpa nos separe" vai girar em volta de seis personagens adulto, acompanhando duas personagens em específico, Erika e Clementine. Apesar de serem bem diferentes, ambas são amigas desde a infância. Erika teve uma infância um pouco traumática, sua mãe é acumuladora compulsiva e ela nunca se sentiu bem em sua própria casa e usava da amizade de Clementine como válvula de escape para uma realidade completamente diferente. 

Já Clementine, por sua vez, sempre teve uma vida tranquila, agora é casada e mãe de duas meninas e está buscando uma oportunidade de trabalho ser violoncelista na orquestra de Sidney. Clementine sempre se sentiu mal pela amizade com a Erika, sempre se sentiu meio forçada a ser amiga dela e, à essa altura do campeonato, já aceitou que sempre serão amigas mesmo que ela não se sinta bem com isso.

As duas, e suas respectivas famílias, são convidadas para ir em um churrasco na casa do vizinho de Erika. Vid e Tiffany (os vizinhos), são super pessoas de bem, não tem vergonha do que já passaram na vida e são bem sociáveis. Enfim, nesse dia do churrasco, conversa vai, conversa vem, algo terrível acontece que vai afetar a vida dessas pessoas para sempre. 

"Se eles não podem confiar nas próprias lembranças e motivações, será que realmente podem confiar uns nos outros?"
O livro é narrado em terceira pessoa e vai alternando a narração entre todos os personagens do história. e entre passado (o dia do churrasco) e futuro (as consequências do evento). Uma coisa legal que eu gosto nos livros da autora, é como os personagens são bem feitos e tem características próprias. 

O jeito que eles são é reflexo do que já passaram, não são apenas personagens em uma história, eles fazem sentido ali, sabe? São personagens reais, com problemas reais que passam por algo inesperado. A situação vai mostrar como a culpa vai consumir esses personagens e o que eles fazem à respeito. 

O foco é em Clementine e Erika, mas os personagens secundários são deixam a desejar. São eles: Sam, Oliver, Harry, Tiffany, Vid. E também tem as crianças, Dakota, Holly e Ruby.

O legal da autora é que a cada capítulo ela vai gerando uma expectativa absurda que vai te fazer querer página atrás de página para saber o que aconteceu. Não vou mentir, o começo é meio devagar, mas depois que você começa a entender e a perceber o que está acontecendo, a leitura voa. Devo dizer que eu meio que previ o que tinha acontecido, mas não fiquei chateada quando minha teoria se concretizou. Afinal, o livro é sobre as ações dos personagens em torno da situação e não muito sobre o culpado.

Teve dois momentos que partiram meu coração, eu fiquei em choque e devastada e só de lembrar já me dá um aperto (capítulo 84, estou falando de você). No geral é uma leitura que vai prender a sua atenção e te fazer devorar o livro. Junto com Pequenas Grandes Mentiras, esse livro está lá no topo dos meus queridinhos. 

Até Que a Culpa Nos Separe
Liane Moriarty
ISBN-13: 9788551001912
ISBN-10: 8551001914
Ano: 2017
Páginas: 464
Editora: Intrínseca
Amazon (R$29,90)

Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads ♦ Pinterest ♦ TvTime

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.