14 de nov de 2014

As listas de casamento de Becky Bloom, de Sophie Kinsella

Oláááá, então hoje temos a continuação da Série Becky Bloom! Esse é o terceiro livro da série e digo-lhe que é o livro mais "normal" até agora, porém continua doido e engraçado. 


Título original: Shopaholic Ties the Knot
Autor (a): Sophie Kinsella
Editora: Galera Record
Páginas: 450
Ano: 2004
ISBN: 8501066761
Adicione: Skoob
Pela primeira vez a vida de Becky parece estar nos trilhos. Ela conseguiu um emprego de consultora de compras, no qual gasta o dinheiro de outras pessoas, e ainda é paga por isso. Mora num ótimo apartamento em Manhattan com Luke, o homem de sua vida, com quem abriu até mesmo conta conjunta! Então Luke a pede em casamento e a confusão se instala na vida do casal. A mãe dela quer um casamento na Inglaterra. A sogra, uma festa de cinema em Nova York (EUA). Becky precisa escolher onde vai se casar, mas não consegue, perdida na preparação de listas de presentes, provas de vestidos e escolha de bufê. O tempo vai passando. E ela, de repente, percebe que está em grandes apuros. Como conciliar duas cerimônias no mesmo dia, na mesma hora e em dois continentes diferentes? Tudo bem, o noivo é o mesmo. Mas será que ele vai resistir a tamanha confusão?
Então, como eu havia dito, esse é o terceiro livro da série e é o mais normal. Quer dizer, mais ou menos. Becky está bem mais centrada e menos gastona, sua vida financeira nunca esteve melhor, sua vida amorosa acaba de dar um up. Seu namorado Luke pediu sua mão em casamento, essa é melhor coisa que poderia acontecer, afinal Becky queria casar, mas não achava que Luke queria, então para variar ela fez uma pequena confusão, mas tudo deu certo. Agora ela está noiva e planejando a festa de casamento.

Ao saber do pedido de casamento, a mãe de Becky se propõe a fazer a festa de casamento e a ajudá-la com tudo que ela precisar. De acordo com a mãe, será um casamento de família mesmo, no quintal da sua casa na Inglaterra, todo decorado, com uma tenda linda e um buffet caprichado. Mas, de acordo com a sogra, a elegante Elinor, o casamento tem que ser aquele de cinema, em New York no Hotel Plaza... um luxo só.
- Agora escute. – Mamãe está com o rosto rosado. – Você é a nossa única filha, Becky, e não vamos poupar nenhum gasto. Queremos que tenha o casamento dos seus sonhos. Sejam os anúncios, as flores ou uma carruagem com cavalos como Suze teve... nós queremos que você tenha.
Claro que Elinor pensa nesse casamento em New York, pois ela quer impressionar as pessoas ao seu redor, chamar a atenção e aumentar sua rede de relacionamento. Becky detesta essa ideia, pois sabe das intenções de Elinor, uma não confia na outra e está na cara que esse casamento é algum joguinho de sua futura sogra. Então, ela está firme na decisão de seu casamento ser na Inglaterra. Éééé, mais ou menos.

Quando Becky começa a ver os preparativos e tudo o que ela vai ter na sua festa, um verdade conto de fadas, o seu casamento será inspirado no desenho A Bela Adormecida. De repente ela começa a se deixar levar por toda essa organização e pelos bolos, pelo salão, para não desapontar Luke nem ninguém, ela decide ir em frente com os casamentos.
Talvez eu queira umas tesouras para aves também. E uma daquelas coisas chiques de cortar ervas. E um maçarico profissional para fazer crème brûlée – mas você sabe. Quando eu estiver casada, devo fazer. Tenho uma visão súbita de mim mesma com avental, despreocupadamente bruleando com uma das mãos e fazendo um coulis de frutas com a outra enquanto Luke e vários convidados bem-humorados olham, admirados.
Dois? Isso, enquanto Elinor e a organizadora de casamento preparam aqui em New York, sua mãe está a todo vapor e toda empolgada com o casamento na Inglaterra. Becky se vê em uma bola de neve tão grande que quando ela se dá conta, já não dá mais tempo de cancelar nada!

Então temos, Becky com medo de magoar a mãe e medo de perder uma oportunidade de esfregar na cara das inimigas o MEGA casamento que terá, Luke passando por um crise existencial, desde que descobriu quem de verdade é sua mãe. Dois casamentos em continentes diferentes e na mesma hora. Como é que eles vão conseguir sair dessa loucura e superar os problemas juntos?? Bom, só lendo o livro mesmo ;)
Quando eu explicar toda a história, ela vai dizer: ah, querida, não seja boba, claro que você deve se casar onde quiser.  Ou então vai irromper em lágrimas, dizer como eu pude enganá-la assim, e que só virá ao Plaza passando por cima do seu próprio cadáver
Encontre o blog nas redes
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Tumblr ♦ Skoob ♦ Google+

12 comentários:

  1. Oi, tudo bem?

    Adoro o espírito bem humorado da Becky hahahah Legal saber que esse é o "quase" normal dela. Ainda não li o livro, mas tenho grande curiosidade.

    Beijos
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é doida e sempre arruma alguma confusão, esse livro mostra o lado mais sensível dela.

      Excluir
  2. Esse livro parece muito divertido, assim como os outros. Eu adoro a personagem. Ela é espontânea, meio doida e muito carismática. Não tem como não adorar, não é?
    Nesse espírito consumista da Becky, posso dizer que quero muito comprar os livros! rs
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos todos um pouco consumistas né, não tem como. Ela é muito carismática mesmo, faz qualquer um ceder à sua personalidade haha

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu estou louco para ler essa série, realmente não vejo a hora. Tenho certeza de que irei gostar muito. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Morro de vontade de ler essa série da Becky, ela tem que cara que se mete em cada confusão divertida *-* Imagina, planejar dois casamentos ao mesmo tempo em continentes diferentes é coisa de louco haha

    ResponderExcluir
  5. Oi guria.
    Estou um pouco sumida, mas não podia perder essa resenha de outro livro com a personagem Becky Bloom que parece estar em uma encrenca maior ainda. Ela é muito louca, parece que não consegue pensar direito e faz tudo errado, mas a Sophie Kinsella tem o dom de fazer os leitores se ligarem a história de tal maneira que tú só ri e passa as páginas.
    Bah, fiquei com muita vontade de conhecer pena que fico meio desconfiada de comprar edição econômica xD
    Bom, obrigada por essa dica linda!

    Beijos
    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, com edição econômica fica complicado arriscar! A Sophie Kinsella tem o jeito certo de contar um chick lit haha

      Excluir
  6. Oi, tudo bom?!

    Eu comecei a minha coleção da Becky Bloom, mas até agora só li o primeiro. HAHAHAHAHA. Gostei do jeito que a Sophie escreve, mas preciso comprar a sequencia certa dos livros para poder entender a história. Fiquei com vontade de ler as continuações!!! Parabéns pela resenha! Adorei *o*

    Beijos, Rob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é bem bacana, quando tiver oportunidade leia!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.