13 de mar de 2015

Mathilda Savitch, Victor Lodato

Oi pessoal,
Para a resenha dessa semana escolhi um livro que me fez ter vontade de ler ele assim que eu terminei a leitura, instigante e delicioso de ser lido.

Título Original: Mathilda Savitch
Título: Mathilda Savitch
Autor(a): Victor Lodato
ISBN: 9788580571639
Ano: 2009
Páginas: 312
Editora: Editora Intrínseca
Nota: 5/5
Adicione: Skoob
Compre: Amazon | Cultura

Se após uma tragédia de grandes proporções as pessoas se esforçam para entender o presente e, ao mesmo tempo, planejar o futuro, Mathilda Savitch lida com uma realidade ainda pior. Sua irmã, Helene, morreu há um ano e agora um ataque terrorista trás ainda mais sofrimento para sua família e amigos, e ninguém, nem mesmo seus pais, mergulhados em um luto profundo, dão atenção às dúvidas e às dores da adolescente. Disposta a desvendar os mistérios que cercam as lembranças sobre a irmã e a história de sua morte, Mathilda inicia uma busca solitária, que revolverá objetos e memórias em uma curiosa e tocante jornada rumo à vida adulta.



Nesse livro vamos acompanhar Mathilda, uma garota esperta que perde a irmã e também os pais, que se embrenharam no emaranhado profundo que é a dor de uma perda, ela decide ser "ruim" para chamar a atenção dos pais, que mais parecem zumbis do que qualquer outra coisa, quebrar pratos e beslicar o velho cachorro da família estão entre seus passatempos "terríveis" favoritos. Durante toda a leitura acompanhamos os pensamentos dela e sua perspectiva do mundo que a cerca, suas impressões da mãe e do pai e como ela lida com a falta da presença da irmã.
"Vejo que papai está sofrendo e que a dor dele é diferente da minha. Dá para sentir um oceano entre nós, com a água escura e muito gelada. Será que alguém disse que o luto é uma ilha? Se não o disseram, digo eu. É minha invenção. Um dia você poderá consultá-la no livro de citações citáveis.
O luto é uma ilha. - Mathilda Savitch" pág. 132
Para Mathilda é natural enfrentar a morte da irmã de uma forma mais normal possível, tentando desvendar seu brutal assassinato, já para os pais parece mais complicado que isso o que acaba afastando ambos da garota, que passa pela difícil fase da adolescência. Com a narração em primeira pessoa e a constante "interação" com o leitor, vamos acompanhando a confusa mente de uma garota entre 12/14 anos, desde seus complicados sentimentos em relação a sua amiga Anna, que vão do amor ao ódio, e suas fantasias com o vizinho Kevin.

Mathilda embarca numa aventura sem volta, com o final direto para a vida adulta; ela começa a vasculhar o quarto da irmã atrás de segredos e pistas para descobrir o motivo de seu assassinato, cartas e e-mails trocadas com Louis, um rapaz misterioso, levam Mathilda até um lado desconhecido da irmã e que vai mudar para sempre seu olhar em relação a irmã, e a fará tomar decisões cruciais para a transição da adolescência para vida adulta.
"A mão espalmada de Kevin baixou e a aranha passou a não ser mais do que uma manchinha cinzenta nas calças dele. Pensei na ponta preta do fósforo depois que a chama se apaga. Na minha cabeça, foi como se ele houvesse acabado de apagar uma chama. A morte é isso." pág 147
Lodato consegue nos mostrar não apenas a perspectiva de Mathilda em relação as ações dos pais, mas também os sentimentos confusos que ela sente por eles, desejar sua atenção mas também não querê-los por perto. 
"Eu deveria ter perguntado, pois o que é que eu realmente sabia sobre minha irmã? Provavelmente, aquilo era apenas a ponta do iceberg. Quando uma pessoa é bonita, a gente nunca acha que ela está mesmo sofrendo, ainda que esteja. Os doentes deviam ter cara de doentes, como nos contos de fadas ou na televisão. Não deviam usar vestidos sensuais nem raspar as pernas. Como é que eu havia de saber que ela estava prestes a sumir? Às vezes me pergunto, em segredo, se sou idiota. Pior do que Lucy Moon. Quero dizer, o que são as pessoas? O que elas são? Mamãe, papai, Louis, Anna,Kevin. Minha irmã apaixonada por um soldado de um braço só. O que significa isso? A maioria das pessoas vive muito distante. Pior do que nas estrelas. Pensando bem, o espaço sideral fica bem aqui. O espaço sideral é a nossa sala de estar. A gente praticamente tem que ser astronauta para viver numa casa na Terra." pág 293
A narração começa a tomar um ritmo mais intenso conforme a personagem avança na investigação do crime, e ficamos angustiados e apreensivos quanto ao desfecho de toda a história, a resolução do mistério da morte de Helene, a relação com os pais e o próprio amadurecimento da personagem principal.

Esse livro é delicado e tocante em todos os sentidos, sua forma narrativa, a histórias e os personagens. Entendo esse livro sendo sobre aprendizado para todas as idades, aprender a lidar com a perda de um ente querido, a perdoar, a sentir o que é necessário sentir e deixar ir; aprender que algumas coisas são precisas para amadurecer. Podemos tirar lições valiosas desse livro, e isso é a parte mais incrível sobre ele.

Aproveitem a leitura do livro, espero realmente que ele possa conquistar vários leitores como me conquistou!


Acompanhe o blog nas redes

15 comentários:

  1. Olá,

    Sempre vejo esse livro e nunca tinha parado para conhecer a sua história. Achei bem interessante e fiquei afim de conhecer a Mathilda. Decidir ser ruim apenas para chamar a atenção não é legal. Quero saber o que ela aprende depois disso sobre a vida.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Participe: Top Comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula,
      Vale a pena ler o livro e ver como a Mathilda aprende com tudo que acontece, é bem bacana!!! Realmente fazer coisas ruins pra chamar atenção não é a melhor maneira!!!
      Beijos

      Excluir
  2. Hey!!

    O autor é brasileiro?
    Curti o livro, tem uma premissa muito interessante que é a perda e as várias maneiras como as pessoas lidam com ela.
    Deve ser muito triste e difícil perder a irmã e de quebra os pais. Por eles estar presentes fisicamente, mas tão distantes mentalmente.
    Leria, com certeza!

    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa,
      Eu também achei que era brasileiro, mas não é hehehe
      Leia o livro, aposto que não vai se arrepender!!
      Eu não tenho irmãos, mas imagino que deve ser horrível, e ainda ser deixado em segundo plano, mesmo sabendo que os pais também sofrem...
      Beijos

      Excluir
  3. Eu me interessei pelo livro quando vi a capa, achei muito bonita. Não sabia muito bem sobre o que se tratava a estória, então ficava na dúvida cruel sobre adquirir ou não. Agora o quero logo, a premissa me agradou muito! E o livro esta sempre tão baratinho, até na submarino ele não é caro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amei a capa do livro, e quando li a sinopse eu sentia que precisava desse livro na minha estante!!! Mas sempre acabei esquecendo de comprar, mas um dia peguei uma promoção e não tive como deixar ele de lado, mas independente do preço, é um livro que vale a leitura e o dinheiro.
      Beijos

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. Fiquei super convencido a ler esse livro.. Alem da resenha esta bastante instigante , as quotes mostram que o livro parece ser muito bem escrito. A sinopse em si não me chamou tanto atenção. O que mostra que uma boa resenha vale ouro para as editoras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thiago,
      Obrigada pelo carinho, é um ótimo livro, vale muito a pena!! Espero que goste da leitura
      Beijos

      Excluir
  5. Eu vi esse livro em várias promoções de lojas online, não comprei por conta do alto valor do frete. Mas desde do primeiro momento eu sabia que era um livro instigante e infelizmente não tenho ele em mãos, mas quem sabe em outra promoção eu não o compre?

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,
      Espero que consiga ele por um preço legal, a leitura vale muito a pena!!
      Obrigada pelo comentário, espero que goste da leitura!!
      Beijos

      Excluir
  6. Que resenha perfeita!! Me interessei bastante por esse livro, eu acho importante nós entendermos como cada um enfrenta a dor de formas diferentes, alguns suportam de forma mais tranquila, outros não conseguem mais levar a vida. Achei o livro muito interessante, vou comprar um exemplar para mim!!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela,
      Obrigada pelo carinho, é um livro incrível mesmo!! Espero que goste da leitura
      Beijos

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.