26 de jun de 2015

Nick e Norah, David Levithan/Rachel Cohn

Oláá amiguinhos, tudo bem? hahaha sempre quis falar isso

A resenha hoje é de um livro que foi adaptado para filme. Vocês não fazem IDEIA do quanto eu enrolei para assistir ao filme porque queria ler o livro antes. Tipo, eu demorei muito para criar coragem. E nem era pelo menos de me decepcionar com o livro ou filme, é simplesmente pelo fato da lista de leitura só aumentar. Finalmente consegui encaixar o livro na lista do mês e deu tudo certo, foi tudo lindo! 

Nick e Norah - Uma Noite de Amor e Música
Rachel Cohn e David Levithan
ISBN-13: 9788501085405
ISBN-10: 8501085405
Ano: 2009
Páginas: 224
Editora: Galera Record
Skoob | Goodreads
NOTA: 4/5
O que pode acontecer quando dois adolescentes se conhecem por acaso em um caótico show de punk rock? Eles se apaixonam, é claro. Depois de um beijo, Nick e Norah vivem uma aventura pelos bastidores de NYC - um encontro repleto de alegria, ansiedade, confusão e entusiasmo, como deve ser a primeira vez.

O livro conta a história de dois jovens que se conhecem na longa noite de New York. Nick, é o não-gay baixista de uma banda punk rock de gays que vive mudando o nome da banda, é assim que ele se define, basicamente. Nick é o estilo caladão, na dele, e após tomar um belo pé na bunda de Tris ele passa momentos tenebrosos e tenta a recuperação. Ele faz o estilo namorado bonzinho, sabe? Faz milhares de playlist de músicas para então, sua ex namorada. Ela por sua vez, não se importa nem um pouco com ele ou com as playlists. 

Em uma das noites que Nick tocava em uma dessas casas de show, ele se depara com essa ex-namorada e em um momento de desespero pede para a primeira pessoa que ele vê, fingir ser sua namorada por apenas cinco minutos. Essa pessoa, pode parecer mais doida do que realmente é. Essa pessoa é Norah.

"- Sei que isso vai parecer meio estranho, mas poderia ser minha namorada pelos próximos cinco minutos?"

Norah é uma garota que vive no estilo mais careta possível, para ela. Não bebe, não fuma, não se diverte como as garotas comuns e nem como a melhor amiga dela, que no momento que ela mais precisa está agarrada com alguém de alguma banda e provavelmente bêbada. Porém, apesar disso, Norah tem um ótimo gosto musical. 

Devido a esse ótimo gosto musical, e a coincidência básica, ela acaba sendo escolhida por Nick para fingir ser sua namorada. Mas a pergunta que não cala: para quem ele quer fingir? E em um instante depois, ela descobre para quem é esse fingimento. Como não podia ser pior, é claro que Norah conhece Tris, a ex de Nick. E como se não bastasse, tudo parece virar uma bola de neve. 

Norah decide ser namorada de mentira de Nick, mas o que ela não esperava era que apenas um beijo poderia causar tantas sensações boas. O que era para ser apenas uma noite tranquila, acaba se tornando um passeio por New York, uma busca por autoconhecimento não esperado regado a uma ótima trilha sonora.

"Talvez não seja verdade que a gente deva encontrar os pedaços e juntá-los de novo. Talvez nós sejamos e estejamos em pedaços."

O QUE EU ACHEI: Os capítulos são alternados no ponto de vista de cada um dos dois protagonistas, Nick e Norah. Eu gosto bastante quando o livro é narrado dessa forma, pois assim conseguimos ver o que cada uma está pensando sobre determinada situação. 

Achei que os autores, souberam passar muito bem as intenções, carismas, preocupações e irritações dos personagens. Não é o primeiro livro que leio do autor David Levithan, gosto bastante da escrita dele e de como ele conta as suas histórias. Gostei bastante da narração da Rachel Cohn, com certeza lerei outros livros dela.

Sabe aquele livro que após a leitura te deixa com um sorriso no rosto e uma sensação gostosa? Como se você pudesse flutuar de tão leve que você está? Esse livro é leitura descontraída que é possível ler em apenas um dia, pelo menos eu consegui ler e olha que eu leio muito devagar. 

Nick e Norah - Uma Noite de Amor e Música é uma leitura mais do que recomendada. É um livro extremamente leve, fácil de ler, divertido, fofo e cheio de reflexões, tudo na medida certa. Se você está atrás de um livro para tirar aquela ressaca literária, digo que esse é um deles. Vale super a pena, além da playlist excelente que você tem ao final do livro. 

couple animated GIF


Acompanhe o blog nas redes
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Filmow

15 comentários:

  1. Oi, Rô!
    Esse livro está na minha lista. Depois que li dois livros do David Levithan, resolvi ler todos os livros dele, rs. Gosto da narrativa alternada entre os personagens (estilo Will & Will) e eu gosto daquele mundo meio 'utópico' que o David cria para os gays nas histórias, sabe? Em que os personagens gays são aceitos e são os mais divertidos. Sei lá. Parece uma escapatória do que vemos no dia a dia, não é?! Lembrei disso depois que li "o não-gay baixista de uma banda punk rock de gays" ali em cima, kkk. Eu não sei se ele já fez um livro com uma temática mais pesada, que aborde homofobia de maneira mais real, mas eu gostaria de ver esse lado também. Enfim... Todos os livros que li dele foram gostosos e leves, pelo jeito esse não é diferente. E também não assisti ao filme, pois pretendo ler antes.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rosana, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, pelo jeito é mais antigo né? Acredita que nunca li nada do Levithan? Tenho uns dois livros dele em casa e espero conseguir ler ainda esse ano, mas vou adicionar Nick e Norah na minha lista também. haha

    Abraços!
    Petra | Na Próxima Página...

    ResponderExcluir
  3. Não sabia do livro e nem que tinha adaptação para o cinema. Eu prefiro ler o livro antes de ver o filme, para não ficar imaginando as coisas com os atores, sabe! Gosto de eu mesma ter a ideia de cada personagem.
    Eu prefiro os capítulos alternados entre os protagonistas, acho que facilita muito e sabendo dos pensamentos de cada um fica bem mais interessante.
    A estória é bem interessante, afinal depois de um pé na bunda, todo mundo quer se sair melhor do que o Ex.
    Comecei a ler os livros do David Levithan e já estou gostando muito, esse vai ser mais um que vai entrar na lista.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. que legal, gostei do livro nao conhecia ele mas já to interessada, me indentifiquei um pouquinho com a Norah rsrs.

    ResponderExcluir
  5. Nunca ouvi falar desse livro, mas conheço o Levithan e adoro os livros dele, ao menos aqueles que li e esse parece ser uma leitura leve, fofa e muito agradável. Necessito urgente pra sair de uma ressaca quando a férias chegarem xD
    Adorei a resenha e acabo de adicionar ele a minha lista de leituras futuras.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Nunca ouvi falar do livro, mas adorei a historia. Tambem nao sabia que era filme, mais assim que ler o livro vou assisti-lo..
    Gosto do formato alternado dos capitulos, assim da para saber os pensamentos de cada um..

    ResponderExcluir
  7. Oi, estou querendo ler algum livro do David, os livros dele parecem ser muito bons. Parece ser um romance bem fofo então me interessei e os personagens também me chamaram a atenção. Bjus.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu assisti ao filme e é uma graça. Como vc disse, leve, divertido. Sem aqueles dramalhões típicos da adolescência. Não fiquei com vontade de ler o livro, mas narrativas alternadas tornam as histórias chamativas tirando-as daquela mesmice de leitura focada num único personagem. Eu gosto de vários pontos de vista em uma leitura.

      Excluir
  9. Eu, assim como você, adoro livros que se passa em duas visões, pelo mesmo motivo que você citou. Eu achei o livro bastante interessante, principalmente por ter personagens tão divertidos!

    ResponderExcluir
  10. Ah, que legal: romance, NY e música boa <3 Gente, eu com certeza leria esse livro, amo esses romances leves que me deixam mais leve ainda! E esse tipo de narrativa, dupla, também me agrada.
    Bjss
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro, mas parece bom!
    Ainda não li nada do David, então não posso dizer se gosto da escrita ou não, o que posso dizer é que todos os livros dele tem temática homossexual, né? Pelo menos um gay sempre tem no meio. Bacana! Espero que ajude a minimizar o preconceito existente
    Sobre esse livro, achei clichêzinho mas ao mesmo tempo parece muito gostoso. Fiquei imaginando as confusões por Tris conhecer Norah e tal

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  12. Do David só li Garoto encontra garoto e ameeei!!
    Quero ler TODOS dele!!!
    Esse parece ser super fofo, divertido, cativante!
    E tem músicas na jogada, que deixa mais entretido ainda, eu acho!
    Assim que der, lerei!!
    bjãooo

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Que delícia de resenha, fiquei com uma vontade enorme de ler esse livro. Também adoro quando o autor utiliza o ponto de vista dos dois protagonistas. *.*
    Essa adaptação já saiu? É com o mesmo nome do livro?:)

    ResponderExcluir
  14. AAAAAAAAAAAAA! Gente! Tava lendo está resenha e descobri consequentemente que já assisti o filme Uma Noite de Amor e Musica e nem imaginava que existia um livro. Amei o filme, só não lerei o livro porque já assisti antes e seria cansativo e repetitivo. Mais é um filme incrível e divertido.

    ResponderExcluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.