21 de ago de 2015

The DUFF - Kody Keplinger

Olá, pessoas! Hoje trago a resenha de um livro bem descontraído, divertido e que até já teve adaptação cinematográfica.

The DUFF: Designated Ugly Fat Friend
Título: The DUFF
Autora:  Kody Keplinger
ISBN-13: 9780316084239
ISBN-10: 0316084239
Ano: 2010
Páginas: 288
Editora: Poppy
Nota: 4/5
Adicione: Skoob | Goodreads
Seventeen-year-old Bianca Piper is cynical and loyal, and she doesn't think she's the prettiest of her friends by a long shot. She's also way too smart to fall for the charms of man-slut and slimy school hottie Wesley Rush. In fact, Bianca hates him. And when he nicknames her "Duffy," she throws her Coke in his face. But things aren't so great at home right now. Desperate for a distraction, Bianca ends up kissing Wesley. And likes it. Eager for escape, she throws herself into a closeted enemies-with-benefits relationship with Wesley. Until it all goes horribly awry. It turns out that Wesley isn't such a bad listener, and his life is pretty screwed up, too. Suddenly Bianca realizes with absolute horror that she's falling for the guy she thought she hated more than anyone

The DUFF foi um refresco para mim, foi o tipo de leitura que me fez rir feito boba em algumas partes e torcer feito doida pelos personagens. Tanto que eu não conseguia parar de ler porque queria saber se tais personagens ficariam bem. The DUFF tem lá seus defeitos, mas só por despertar esses sentimentos em mim, já é um dos livros mais legais que já li.

Bianca Piper é uma garota de 17 anos com preocupações normais, como amizades, ensino médio e família. Mas tudo começa a colapsar quando ela descobre que seus pais estão se separando, tem que lidar com o problema alcoólico de seu pai e começa a ficar insegura quando Wesley Rush fala que ela é a DUFF – DUFF é tipo a amiga feia e gorda de um grupo de amigas ou amigos – de suas amigas Casey e Jessica.

Quando Bianca começa a ver a vida que ela conhecia desmoronar, ela começa a transar escondido com o Wesley, no começo porque isso a fazia se distanciar um pouco de sua vida e problemas, mas depois esse relacionamento começa a evoluir.

Confesso que só quis mesmo ler o livro quando vi o trailer do filme – filme que não tem nada a ver com a estória do livro, alias –, comecei a achar a premissa um pouco mais interessante e resolvi ouvir aos elogios. Comecei o livro não dando nada para a estória e quando percebi, estava amando e não conseguia colocar a leitura de lado.


Kody Keplinger só tinha 17 anos quando escreveu The DUFF, isso pode ser um dos motivos pelos quais ela retrata adolescentes de uma forma honesta e com questionamentos reais e presentes na época do ensino médio. Kody Keplinger tem uma escrita bem simples, cheia de humor, com palavrões e que te envolve na estória.

Vocês leram a sinopse acima, então já perceberam que a estória tem alguns clichês – tirando raras exceções, não tem como fugir muito em estórias de ensino médio -, mas é um clichê muito bem trabalhado. A autora explora vários momentos e situações da vida de um adolescente e em alguns momentos ela dá profundida ao drama abordado, porém em outros momentos o assunto é tratado de forma bem superficial, assim como algumas motivações dos personagens, que são bem bobas.

Eu me importei muito com esses personagens durante toda a leitura, gostei muito de todos. Bianca Piper e Wesley Rush são duas pessoas, aparentemente, diferentes mas que são muito parecidos em muitos aspectos e ambos tem um desenvolvimento muito bom ao decorrer da estória. Tal desenvolvimento foi bom, mas poderia ter sido mais explorado pela autora, principalmente no personagem do Wesley porque ele era um estereótipo ambulante e falar um pouco mais do personagem ia ser legal e iria quebrar ainda mais esse estereótipo. Bianca Piper é inteligente, sarcástica e tem um humor ácido e Wesley Rush é o garoto popular que não é nada perfeito mas que na verdade, é muito legal e inteligente.

Tanto Bianca Piper quanto Wesley Rush passam por algo e tem defeitos, e talvez sejam esses defeitos que os torne tão reais e o porquê de eu gostar tanto deles. Aliás, meu lado shipper não se segura e surta perto desses dois.


Sem dúvida que The DUFF tem seus defeitos, mas é um livro que me conquistou completamente e que fala abertamente sobre sexo, estereótipos, o julgamento que outras pessoas fazem sem realmente conhecer uma pessoa e saber pelo que ela está passando. E para quem está começando a ler em inglês, The DUFF é uma ótima escolha, a linguagem e o vocabulário são bem fáceis. 

O final não é surpreendente nem nada, mas nas últimas vinte páginas eu não conseguia tirar o sorriso do rosto e não queria parar de ler, mas ao mesmo tempo não queria que o livro terminasse. Foram muitos sentimentos envolvidos, como puderam perceber.

The DUFF é um livro nada bobo sobre ensino médio e adolescência, sem dúvida um dos mais legais que já li que se passa nessa época. É um livro bem divertido que vai dar vários sentimentos para quem gosta de shippar e que passa uma mensagem muito legal no final! Já quero ler todos os livros da Kody Keplinger!

* O livro ainda não foi lançado no Brasil, mas procurei por ai e achei notícias que ou Globo Livros ou a Novo Século tem os direitos do livro.

Acompanhe o blog nas redes

3 comentários:

  1. Olá, Yara. Tudo bem?
    Livros que envolvem a adolescência geralmente possuem mesmo uma dose enorme de clichê. Isso é natural, infelizmente. Porém, alguns clichês ainda funcionam bem e acho que o caso desse livro.
    Acho que daria uma chance a obra.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Assisti o filme desse livro e achei muito legal, engraçado e divertido!
    Agora só falta ler o livro pra saber se eu gostaria tanto dele quanto gostei do filme.
    hahaha

    Beijo
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ler livros em inglês é tão gostoso! Para quem estuda, além da diversão da leitura, ainda aprende um pouco mais e exercita. Adoro! Dica anotada! ;)

    Beijos.
    Seguindo o blog!
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.