15 de out de 2015

Sem Limites (Limitless), 2011

Olá pessoal, tudo bem?

Imagine uma droga capaz de transformar você em uma versão melhor, uma droga que te dê a capacidade de utilizar todo seu potencial cerebral, te proporcionando infinitas possibilidades. Este é o enredo do filme de hoje, baseado no livro The Dark Fields do autor Alan Glynn ainda sem tradução no Brasil. Confiram!

Eddie Morra (Bradley Cooper) é um escritor que está com um bloqueio criativo, ele está com o prazo para a entrega de seu livro muito apertado. Ele também está passando por dificuldades financeiras, e para completar a fase ruim de sua vida, sua namorada Lindy (Abbie Cornish) terminou com ele, pois não via futuro na relação dos dois e tinha a impressão de que ele só estava com ela por causa de seu dinheiro. 

Em um momento de desespero, sentado na mesa de um bar Eddie encontra seu ex-cunhado Vernon Gant (Johnny Whitworth) e por causa desse encontro inesperado Eddie tem sua vida mudada. Vernon oferece a Eddie a droga NZT, uma droga experimental que permite ao seu usuário ter acesso a 100% de suas funções cerebrais e não apenas aos 20% que utilizamos normalmente.


 

No momento em que Eddie ingere a droga as cores ficam mais vibrantes, ele consegue se lembrar de todas as coisas que viu e fez durante sua vida. Ao chegar em casa ele vê que não pode viver naquela situação e arruma todo seu apartamento, em quatro dias ele consegue escrever seu livro, ele vê toda a lógica da matemática e consegue aprender qualquer idioma apenas ouvindo alguns áudios. 


Mas tudo que é bom dura pouco. Assim que o efeito da droga cessa, Eddie volta a ser ele mesmo, sua versão melhorada desaparece. Querendo novamente todos os maravilhosos efeitos que a droga proporciona, Eddie vai até Vernon para conseguir mais droga. 

Ao chegar no apartamento de Vernon, Eddie descobre que não será tão fácil assim conseguir mais um daqueles "compridos milagrosos". Vernon diz que cada comprimido custa 800,00 dólares e que aquele que ganhara fora só um presente. No entanto Eddie não desiste, e assim Vernon cede, com a condição de que Eddie pegue sua roupa na lavanderia e busque o café da manhã.

Quando Eddie volta para o apartamento encontra Vernon morto. No primeiro instante ele fica desesperado, mas logo ele cai em si e começa a procurar os comprimidos. Ele encontra um saco com uma boa quantidade da droga, e então chama a polícia e consegue sair ileso da acusações.

Com a droga em mãos, Eddie começa a consumi-la de forma desenfreada, ele começa a investir no mercado de ações e rapidamente ele começa a enriquecer e ganhar fama. Devido ao surpreendente sucesso em tão pouco tempo Eddie chama a atenção do magnata Carl Van Loon (Robert De Niro). Eddie começa a levar um vida de luxo, com muito conforto, viagens e sexo.


No entanto as coisas começam a desandar. Eddie descobre que a droga causa alguns efeitos nada agradáveis e também que seu estoque está acabando. Além de estar sendo perseguido por um agiota  russo de quem ele emprestou dinheiro para seus primeiro investimentos na bolsa de valores, e que ele pagou com a NZT e uma outra pessoa que também o persegue por causa da NZT.


Sem limites é um bom filme, com uns furos aqui e ali, mas nada que cause grande dano ao enredo do filme. Apesar de ser classificado como um filme de suspense não vi muito disto no filme, é mais um filme de ação com algumas cenas óbvias e um final bom, não muito surpreendente.
A atuação de Bradley Cooper é muito boa, já Robert De Niro não foi muito bem aproveitado. 

Uma novidade para este ano é que o filme foi adaptado para um série de mesmo nome, produzida pela CBS. Bradley Cooper fará uma participação especial, mas o personagem principal será vivido por Jake McDorman, que fará um agente do FBI, que usará as capacidades adquiridas pelo uso do NZT para solucionar crimes. No Brasil a série está sendo exibida pelo canal Space.

Bem este é um filme super recomendado, tenho certeza de que vão gostar.
"Eu havia chegado tão perto de causar um impacto no mundo. E agora, a única coisa em que eu causaria um impacto, era na calçada."
"Não tenho delírios de grandeza. Tenho uma receita para a grandeza."
Título Original: Limitless
Ano de Produção: 2011
Dirigido Por: Neil Burger
Gênero: Suspense
Nota: 4/5



Acompanhe o blog nas redes
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Google+

2 comentários:

  1. O filme parece interessante, apesar de se basear em uma premissa científica errada: não usamos apenas 20% do nosso cérebro. Mesmo com o erro, assistiria ao filme.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, ia comentar isto no fim da resenha mas acabei esquecendo. Mas estes erros sempre são apresentados no cinema, um bem recente que é semelhante a este é Lucy, que apresentou a mesma teoria, embora já se tenha comprovado que utilizamos 100% do nosso cérebro, só que ativamos diferentes áreas a cada atividade. Mas deixando o erro de lado o filme é muito bom!
      Abraço!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.