11 de fev de 2016

Filhos da Esperança (Children of Men), 2006

Olá pessoal, tudo bem?

O filme de hoje é uma distopia eletrizante dirigida pelo famoso diretor mexicano Cuarón. Uma adaptação do livro "The Children Of Men", da escritora britânica P. D. James. Neste mundo distópico as mulheres, por uma razão inexplicável, se tornaram inférteis, à pouco mais de 18 anos não nasce uma criança no mundo. É neste cenário que Theo conhecerá e protegerá a última esperança da humanidade. "O último a morrer, por favor, apague a luz". Confiram!

No ano de 2027 o mundo não é mais o mesmo, agora só há guerras e doenças, os governantes não estão mais se importando com a população, o mundo vive em um verdadeiro caos, sem esperança no futuro, sem esperança em nada.

É neste futuro, onde a humanidade se encontra a beira de sua extinção, que vive o ex-ativista Theodore Faron (Clive Owen), um homem sem esperança, que convive com uma tristeza profunda, causada pela morte de seu filho.


Quando o ser humano mais jovem do mundo falece aos 18 anos o que já era um verdadeiro caos piora ainda mais. Theo não consegue se conformar com a veneração das pessoas pelo jovem que acabará de morrer, ele era venerado apenas por ser o mais jovem, mas não era uma boa pessoa. Cansado de assistir a tantas pessoas sofrendo por algo tão inútil, ele pede dispensa do serviço e vai para casa, alegando "estar muito abalado" com a morte do garoto.


No caminho Theo é sequestrado e levado para um galpão onde encontra sua ex-esposa Julian (Julianne Moore). Neste encontro Julian pede a ajuda de Theo para cumprir uma missão muito importante. Theo se recusa no momento, mas assim que Julian mostra a ele do que se trata a missão ele aceita sem pestanejar. 

A missão consiste em levar Kee (Claire-Hope Ashitey), uma imigrante ilegal, até a sede do "Projeto Humano", onde são realizadas pesquisas para descobrir a causa da infertilidade humana; Kee misteriosamente está grávida.


E assim Theo se torna o responsável por Kee e uma parteira que os acompanha. O futuro da humanidade está nas mãos dele.

Assisti este filme a primeira vez quando ainda tinha aquele velho hábito de alugar DVD's em videolocadoras Meu Deus! Estou velha!. Na época foi um filme que me impressionou muito e mesmo depois de quase nove anos ele ainda me impressiona; a ideia do filme é fantástica.

Há várias cenas muito marcantes no filme, como por exemplo, as cenas que mostram as escolas abandonadas ou o modo como as pessoas vivem, em casas sem o mínimo de dignidade. Uma coisa que chama muito a atenção é a presença de animais que são usados para suprir a necessidade de se ter um filho. As cenas cômicas/sarcásticas ficam a cargo de Michael Caine, que interpreta o neo-hippie  Jasper, grande amigo de Theo, peça chave no sucesso da missão designada a Theo.


Outro fato que vale destacar são os dois planos-sequência (cenas gravadas com em um só take, sem cortes) muito bem executados. Nestas cenas você não se sente um mero espectador, você se sente dentro da ação do filme, ainda mais por estas duas cenas serem gravadas nos momentos de perseguição e tiroteio.


O cenário também é outro show a parte, o filme nos mostra uma Londres devastada, talvez uma das poucas nações ainda em pé deste mundo distópico.


O filme ainda traz diversas questões para discussão, levando-nos a pensar que talvez o filme não apresente um cenário tão distópico assim, como por exemplo, as pessoas que tentam se refugiar na Inglaterra, talvez fugindo de guerras piores que ocorrem em seu país, e são barradas. As epidemias constantes, que na maioria das vezes surgem sem um motivo, uma explicação concreta, entre outros fatos que você poderá conferir assistindo ao filme.


Filhos da Esperança é um excelente filme, um dos meus preferidos, repleto de ação, suspense e drama, você terá várias emoções assistindo a este filme, porém não espere por muitas explicações. Um filme super recomendado para todos que gostam de uma boa distopia.
"Sabe esse zunido no seu ouvido? Esse "iii"? É o som das células do ouvido morrendo. Como o canto do cisne de seus ouvidos. Quando sumir, nunca mais ouvirá essa frequência de novo. Aproveite enquanto dura."
Título Original: Children of Men
Ano de Produção: 2006
Dirigido Por: Alfonso Cuarón
Gênero: Ficção Científica, Suspense, Drama
Nota: 5/5
Não deixe de acompanhar o blog nas redes sociais
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Goodreads

2 comentários:

  1. Olá, Mayla.
    Como gosto de distopias, esse livro chamou bastante a minha atenção. A premissa é boa e a questão da infertilidade dá um toque de drama a mais. Sem dúvidas vou querer conferir.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um ótimo filme, acho que você vai gostar!
      Abraço!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.