30 de ago de 2016

Querido John - Nicholas Sparks

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje trago para vocês a resenha de um livro pelo qual não tinha expectativa alguma; já comentei aqui que não consigo gostar tanto das histórias criadas por Nicholas Sparks, no entanto este livro me surpreendeu muito. Querido John é um livro que me conquistou de uma forma que não sei explicar. Confiram a resenha deste lindo romance.

Título Original: Dear John
Título: Querido John
Autor(a): Nicholas Sparks
ISBN: 9788563219022
Ano: 2010
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Nota: 4/5
Adicione: Skoob
Nicholas Sparks traz a história inesquecível de um jovem que tem de tomar a decisão mais difícil de sua vida, em nome de seu grande amor. Com um futuro sem grandes perspectivas, o jovem rebelde John Tyree decide alistar-se no exército após concluir o Ensino Médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah, e descobre estar pronto para recomeçar sua vida. A atração mútua cresce rapidamente e logo se transforma em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. No entanto, os atentados de 11 de setembro mudaram sua vidas. John, assim como muitos outros soldados, deveria escolher entre seu país e seu amor. Ao retornar para a Carolina do Norte, descobre como o amor pode transformar de uma forma inimaginável.
John cresceu em Wilmington na Carolina do Norte junto com seu pai. Ainda na infância John foi abandonado por sua mãe e seu pai era uma pessoa diferente das outras; ele era um colecionador de moedas, tinha uma certa obsessão por elas; além de ser obsessivo com rotinas e arrumação. Na adolescência, essa diferença no jeito de ser do seu pai em relação aos pais dos seus colegas começou a incomodá-lo, ele então parou de falar sobre moedas com o pai; o que era praticamente o único assunto que tinham, e assim se distanciou muito dele. Assim que terminou o Ensino Médio, John se alistou no exército.

"O que significa amar verdadeiramente uma pessoa?"
Aos 23 anos, depois de já ter um bom tempo de trabalho no exército, John retorna para Wilmington para sua licença anual, ele aproveita o tempo que tem para surfar, uma das poucas coisas que ele gosta. Após um dia inteiro na praia, ao já se preparar para retorna para casa, ele vê um grupo de jovens. Quando ele vê uma jovem morena reclamando por sua bolsa que caiu na água, John não pensa duas vezes, se atira na água e recupera a bolsa. 

A bolsa pertencia a Savannah, ela fica muito grata por John ter a ter recuperado. Ela conta a ele que lá estava todo o dinheiro que tinha para passar o tempo que ficaria ali; ela estava com um grupo de jovens universitários que iria construir casas para pessoas carentes na região. John conta a ela que é soldado e que está de licença, depois deve retornar para Alemanha, onde ficará por mais dois anos. Depois deste dia, até o último dia da licença de John, ele e Savannah não mais se separaram.
"Quando os lábios dela tocaram os meus, soube que poderia viver cem anos e visitar o mundo todo e nada se compararia ao momento único em que beijei a mulher dos meus sonhos e soube que meu amor duraria para sempre."
A despedida de John foi triste, mas a promessa de seu breve retorno acalma o coração dos dois. Durante o tempo que John passa servido, eles se comunicam por cartas, emails e telefonemas.  

John retorna então em Janeiro de 2001, para mais uma licença; Savannah agora tem um ritmo de vida bem diferente. Ela continua se dedicando aos estudos com Educação Especial, John se sente um pouco deslocado em sua vida, naquele instante, mas o amor que eles sentem supera todas essas diferenças.

Ao voltar John sente medo de perder Savannah, mas ele sabe que deve retorna em poucos meses, e assim ele poderá se casar com Savannah, eles poderão então começar a vida juntos. Então ocorre o atentado de 11 de setembro. John se realista por mais dois anos.
"Quando estávamos juntos, tínhamos o poder de mantê-lo girando e o resultado era beleza, magia e um sentimento quase infantil de espanto; quando estávamos separados, o movimento inevitavelmente começava a desacelerar. Nós nos tornávamos vacilantes e estáveis, e sabia que tinha de encontrar um modo de nos impedir de tombar".
Savannah e John continuam mantendo contato, mas John percebe que as cartas ficam cada vez mais raras, até que faltando poucos meses para ser dispensado uma última carta de Savannah chega, e muda todos os seus planos.


Já comentei aqui que diferente da maioria das pessoas que lê Nicholas Sparks eu não morro de amores por suas histórias, assisti a muitas adaptações, inclusive essa, e li dois livros dele, A Escolha e Um Amor Para Recordar, gostando mais do primeiro. Eu gosto de romances, mesmo que ele seja clichê, mas não me conectava tanto com as histórias, até ler Querido John

Que bom que dei mais uma chance para os livros do autor, não vou mentir, o clichê está ali sim, mas é uma história tão linda; o amor entre os protagonistas é tão puro e lindo que me comoveu de uma forma que não sei explicar.

Quando assisti ao filme eu gostei do que vi, como disse, sou uma boba dos romances, mas não sabia que o livro poderia ser ainda melhor.

O livro é narrado em primeira pessoa por John; a leitura é leve, eu devorei o livro, quando terminei a última página, a virei e me perguntei: Acabou? Eu queria mais, não podia ser este o fim, mas tive que me conformar. risos
       

A diagramação está boa, encontrei alguns erros, mas nada que atrapalhe a leitura. A capa não é do estilo que gosto, capas de filme sempre me decepcionam, mas por esta ter o Channing Tatum já está valendo a pena. risos

Enfim, não vou dizer que virei fã do autor, mas tenho que me redimir, ele sabe mesmo cativar um leitor, agora entendo seus fãs.

Para você que assistiu ao filme não tenha medo da leitura; gostando ou não do filme o livro irá te surpreender, é sério!

Se você gosta de um bom romance não pode deixar de conferir este livro, com certeza vai amar assim como eu amei.



Não deixe de acompanhar o blog nas redes sociais
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Goodreads

Nenhum comentário:

Deixe um comentário ;)

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.