18 de jan de 2017

Nerve: Um jogo sem regras, 2016.

Hoje eu trouxe a resenha do filme "Nerve", finalmente. Quando o filme estreou fui correndo assistir mas ainda não tinha tido tempo para vir aqui contar o que achei.



Vee é uma menina um tanto desajeitada que lida com um drama familiar. Ela tem alguns amigos próximos e uma paixão na escola. Como está no último ano do Ensino Médio, anseia por entrar em uma faculdade do seu gosto, mas sabe que não tem recursos para isso. Sua melhor amiga, Sydney a apresenta um jogo novo online que se chama "Nerve", onde os participantes podem observar e lançar desafios ou cumpri-los e receber um pagamento por isso. Quase um "verdade ou desafio", sem o verdade. A menina, por ser insegura, resolve não se arriscar. Entretanto, após uma discussão com Sydney , Vee testa o jogo. Ela logo conhece Ian, que já é veterano e os dois juntos passam a aceitar os desafios que surgem, já que os observadores gostaram da dupla.




Claro que em algum momento as coisas começam a ficar muito sérias e não só eles, mas a própria Sydney e o outro amigo das duas correm perigo de vida. Mas, a essa altura do campeonato arriscar perder tudo o que tem e o sonho da faculdade não é uma opção para Vee e com a parceria de Ian ela se vê forte para realizar tais desafios enquanto fragiliza mais ainda suas amizades. Até ela descobrir o real motivo de Ian ainda estar participando. O jogo só tem três regras, que jamais podem ser descumpridas, a menina então, descumpre uma e se vê em uma armadilha mortal, se dando conta de quão longe foi em Nerve.


O QUE EU ACHEI: O filme tem uma excelente fotografia e uma trilha sonora bem pop, mas que vai conduzindo bem a trama. Trama essa que é narrada de forma bem ágil, com todos os pontos se interligando e sem enrolação para o público. A primeira coisa que pensei é que Nerve é uma história atual, logo na introdução vemos a protagonista acessando o seu computador e fazendo coisas que todos fazemos todos os dias: checando o email, stalkeando alguém, ouvindo música... porém a tecnologia com que se segue o filme me fez mudar de opinião: é uma história que se passa daqui há alguns anos. Porque só isso explica tanto os vídeos online e todos com uma super velocidade de internet. Estamos conectados, mas acredito que não tanto (ainda). Mas a crítica realmente vem da tecnologia e das mídias digitais. Os observadores controlam os jogadores através do que sabem sobre eles nas suas redes sociais. Então, logo surge a pergunta: até que ponto essa realidade de Nerve está distante de nós?

LIVRO X FILME

Eu não li o livro, gente. Aliás, só fiquei sabendo da existência do mesmo algum tempo depois. Mas o que li não foi nada favorável. Não é uma daquelas adaptações que mudam uma coisinha aqui e outra ali, pelo que li em resenhas a trama é completamente outra! Incluindo personagens e o final. A história de Jeanne Ryan conta a história de Vee também, entretanto até os desafios que acontecem em sua história são diferentes na adaptação cinematográfica. Eu pretendo lê-lo, para ter a chance de comparar também, mas confesso que depois de tudo que vi por ai, desanimei. Enfim, deixo para vocês a capa e a sinopse do livro e o trailer do filme, façam suas apostas e entrem no jogo!

Você já se sentiu desafiado a fazer algo que, mesmo sabendo que pode se arrepender depois, acaba levando em frente? A heroína deste livro também. Vee cansou de ser só mais uma garota no colégio, e quer deixar os bastidores da vida para assumir seu merecido posto sob os holofotes. E o jogo online Nerve, febre nacional transmitida ao vivo, pode ser o início dessa trajetória de sucesso. Basta que ela clique no botão "Jogador" em vez de "Espectador" para entrar na disputa, que propõe, a cada etapa, um desafio novo. A adolescente acaba formando uma dupla imbatível com Ian, um garoto desconhecido com quem trava contato ao se inscrever em Nerve. Juntos, vão galgando posições no jogo. Mas, conforme os dois avançam na disputa, os desafios ficam cada vez mais complexos... e perigosos.

País: EUA
Classificação: 12 anos
Estreia: 25 de Agosto de 2016
Duração: 96 min.
Direção: Ariel Schulman , Henry Joost
Roteiro: Elenco: Emma Roberts , Juliette Lewis , Dave Franco


Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads ♦ Google

Nenhum comentário:

Deixe um comentário ;)

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.