13 de abr de 2018

Tomb Raider - A Origem, 2018

Olá pessoas, tudo bem? 

Finalmente resolvi falar desse filme que eu gostei demais de assistir e recomendo que vocês façam o mesmo. Apesar de conter muitos clichês, o filme apresenta um pouco do jogo de vídeo game, assim como uma personagem mais humana e mais perto da realidade. 


A primeira coisa que lembro de Tomb Raider quando penso no nome é no famoso jogo e quando trata-se de filme é na Angelina Jolie. Porém, nessa nova fase do filme, temos uma Lara Croft mais real, humana e menos encorpada, mas isso não quer dizer que seja uma personagem fraca e sem determinação. 

Logo nas primeiras cenas do filme é possível perceber que a personagem é forte, com o pé no chão, mas que comete erro e tem suas falhas. Ela tenta seguir o próprio caminho, indo em busca do que quer sem depender de outros para isso. 

Alicia Vikander Adventure GIF by Tomb Raider

Seu pai desapareceu há sete anos e ninguém nunca teve notícias dele e chegou a hora de Lara enfrentar isso e colocar um ponto final e receber a herança que seu pai deixou. Porém, é claro que ela não se conforma, apesar de nunca confirmada a morte de Richard ocorreu de forma bem estranha e Lara ainda tem esperança de encontrá-lo. 

Pois bem, é chegada a hora dela assinar os papéis e colocar um ponto final nisso. Porém, ao conversar com o advogado e recebe um curioso artefato que contém uma informação muito importante que pode mudar o rumo da sua vida e das suas decisões. 

Alicia Vikander Adventure GIF by Tomb Raider

A partir daí o filme vai desenrolar. Pode-se dizer que o filme foi inspirado no reboot do jogo de 2013 e vamos encontrar alguns elementos que comprovam isso ao longo do filme. Temos um pouco de ação, assim como várias situações em que Lara vai precisar usar o racicíonio assim como todo o fôlego que ela conseguir ter. 

A personagem vai fazer um pouco de tudo, correr, pular de penhascos, de aviões, de árvores, vai gritar, bater, matar, chorar, cair, atirar de arco e flecha, entre outros. É uma verdadeira prova de que a atriz se preparou muito para o papel e mais uma prova que a personagem não é a super heroína que estamos querendo, mas talvez a que precisamos para o filme acontecer. 

alicia vikander adventure GIF by Tomb Raider

A sexualização da personagem é inexistente e encontramos em Lara uma personagem humana e vulnerável, como qualquer um de nós. É uma verdadeira girl power, e tenta sempre usar da inteligência para superar os obstáculos que aparece.

Cada desafio que a personagem enfrenta é como se fosse fases em um jogo, ela falha muitas vezes, mas não desiste tão fácil. Mesmo com algumas diferenças entre o jogo e o filme, é possível entrar de cabeça nesse mundo e curtir uma boa adaptação. Importante mencionar que não é necessário ter conhecimento do jogo para assistir ao longa, mas é um ótimo primeiro filme para apresentar a personagem e os desafios que ela poderá enfrentar. 

Daniel Wu and Alicia Vikander in Tomb Raider (2018)

Tomb Raider
Duração: 118 minutos
Direção: Roar Uthaug


Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads

Nenhum comentário:

Deixe um comentário ;)

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.