[FILME] Capitão Fantástico, 2016

sexta-feira, maio 11, 2018
Olá pessoas, tudo bem? 

Vi a recomendação desse livro, há muito tempo, no blog da Mandy (Pequenos Vícios) e desde então surgiu a vontade de assistir, mas parecia que não era o momento certo. Semana passada, achei que era o momento de dar uma chance e foi uma feliz escolha.


O filme vai contar a história dessa família, o pai e a mãe com medo da sociedade atual, decidem se isolar do resto do mundo e viver no meio da floresta. Completamente isolados, eles criam seus seis filhos em meio à vida selvagem, mas isso não quer dizer que eles são selvagens. Eles sabem lutar, se necessário, sabem ler, fazer contas, são mais inteligentes que muita gente por aí. 

No entanto, a mãe está ausente devido à uma doença, algo acontece e eles precisam sair desse paraíso particular e se aventurar na civilização e, aos olhos da sociedade, deixar de ser "bicho do mato". E é aí que tudo vai começar a mudar, desde o comportamento dos filhos, até o próprio Ben (pai) vai começar a questionar as escolhas que ele fez. 
 


O filme é diferente de tudo o que já vi, alguns compararam com Na Natureza Selvagem. Talvez tenha alguma relação no tipo de humor apresentado e a sábia dosagem de drama. O filme é engraçado na medida certa e o drama toma conta apenas quando necessário, fazendo com que o filme seja algo leve de assistir, mas com muita carga de emocional."Capitão Fantástico" é um pouco de tudo, tem até um musical envolvido que faz você se debulhar em lágrimas. 

O captão no caso, é Ben, um pai da família que ama seus filhos e que acredita em seus ideiais, e repassa para sua futura geração. Ele sabe o que é o melhor para os seus filhos e a dinâmica da família é sempre ser aberto à novas ideias, à ouvir o próximo e ser sempre sinceros, independentemente da situação e/ou da pergunta. 


Além de ter uma fotografia espetacular, o filme passa a ideia dessa família ser paz e amor. Eles não querem o caos, eles só querem viver a vida deles. Apesar da forte crítica que o filme faz, se você não gosta desse tipo de "libertários versus revolucionários", acho que dá para aproveitar como um filme que quer passar o amor e não o ódio pelos ideiais dos outros. É um filme um pouco diferente do que estou acostumada, mas que gostei da ideia. Tem a vibe de um filme independente, com personagens carismáticos e que sabem o seu lugar no mundo.

 Captain Fantastic
Direção: Matt Ross
 Ano: 2016
Duração: 118 minutos



*ESSE POST FAZ PARTE DO TOP COMENTARISTA DE MAIO/2018*

Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads

22 comentários:

  1. Quando vi este filme fiquei meio que sem ação. É inquestionável o amor do pai por seus filhos, mas tem horas que a gente sente vontade entrar na tela e dar uns bons tapas na cara dele.rs
    Talvez por isso, o filme tenha causado este tipo de impacto. Muitos amaram(eu), e outros não curtiram nadinha.
    Foge muito do convencional,mas traz fora cenários incríveis e uma trilha sonora maravilhosa, lições importantes sobre família, amor, respeito e perdas!
    Super recomendado!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que pelo fato de não ter uma história "convencional" as pessoas não gostaram. Eu curti demais o filme e dá muita vontade de dar uns tapas nesse pai haha

      Excluir
  2. Achei interessante, já tinha visto o trailer mas ainda não tinha visto nenhum post falando dele e gostei, principalmente de saber que há um toque de humor no filme, estava pensando que ela era mais dramático. Os atores parecem estar bem em seus papeis, mas vou te copiar haha, e esperar o momento certo pra ver, acho que se visse agora não iria aproveitar bem pois tô bem chatinha pra filmes esses dias ;) :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espera a hora certa, acho que se você assistir em um dia meio 'méeh' você não vai gostar :/

      Excluir
  3. Nossa, esse filme! Uma vez vi um clipe deles cantando uma musica que adoro e depois fiquei sabendo o nome do filme e deu uma baita vontade de ver. A história parece ser muito legal. Engraçada, com seus dramas mas também um pouco fora do comum né? Inusitada e diferente de coisas que estou acostumada também. Tá na minha lista pra assistir alguma hora e espero fazer isso. Já vi tanta gente dizendo que é um filme tão bom que só anima. Achei legal ver ele por aqui, só me fez lembrar que tenho que assistir um hora dessas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa parte da dança é bem no final e resolvi não colocar para não soltar possíveis spoilers. A história é bem legal mesmo, uma mistura de comédia e drama, eu gosto de filmes assim.

      Excluir
  4. Confesso que não assisto filmes com frequência, apesar de gostar.
    Essa questão de uma família se isolar na selva (me lembra o clássico A Lagoa azul) e depois retornar para a cidade me chama atenção.
    Vou ver se consigo assistir.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Sem dúvidas de que assistirei esse filme!!! Nem sabia da existência dele e sei que também vou adorá-lo! O melhor desse filme é que ele pode modificar a visão ultrapassada de "selvagem" que a maioria das pessoas tem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, é muito verdade. Os selvagens, nesse caso, são mais espertos do que qualquer pessoa vivendo em sociedade.

      Excluir
  6. De uma certa forma, ambos os pais privaram seus filhos de viver uma vida na cidade, né?

    Sem darem a oportunidade deles conheceram uma outra forma de viver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tanto que no filme isso é falado. As crianças cresceram sem qualquer contato com outras pessoas e isso, de certa forma, prejudicou o desenvolvimento deles.

      Excluir
  7. Rosana!
    Tive oportunidade de assistir o filme e achei bem diferente de tudo que assisti.
    Achei a forma de liberdade que acredito todos queríamos e apesar de viverem à\ mrgem da sociedade, não deixam de ter cultura.
    Acho lindo o amor familiar.
    Recomendado.
    Desejo um ótimo final de semana e um feliz dia da mães abençoado!
    “Moral é o que te faz sentir bem depois de tê-lo feito, e imoral o que te faz sentir mal.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso mesmo, apesar de toda a privação que eles vivem, a vida é extremamente melhor em certos aspectos.

      Excluir
  8. Olá, já tinha visto o trailer do filme e achei a proposta do longa no mínimo original. Ele mostra de forma clara as vantagens e desvantagens de se viver no isolamento e como isso afeta o comportamento individual e coletivo. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tinha assistido nada parecido, o filme é bem diferente do comum.

      Excluir
  9. Olá.
    O enredo desse filme não me interessou tanto assim.
    Mas parece passar uma boa mensagem sobre união familiar e como viver de forma alternativa ao que é imposto a sociedade. Deve ser bem difícil para os filhos se adaptar a nova realidade depois de tanto tempo afastados.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, o filme inclusive fala um pouco sobre os efeitos desse isolamento à longo prazo.

      Excluir
  10. Oi! Gosto muito de filmes, não tenho assistido ultimamente, mas um ou outro eu vejo. Não sei se eu gostaria desse, gostei da idéia de uma família sendo criada fora da cidade, longe de tudo isso, mas não me cativou de verdade. Sem dúvida que a fotografia do filme é muito boa, o que é um ponto positivo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, não acho que é um filme que cai no gosto popular, mas acho que vale a pena ser visto sim e ter uma perpectiva diferente.

      Excluir
  11. Oi, Rosana!!
    Gostei da indicação do filme, é um filme meio ao estilo A Família Buscapé ao contrario, é olha que adoro esse filme e sem dúvida vou gostar dessa indicação.
    Bjos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.