18 de jun de 2014

Insurgente, de Veronica Roth

Finalmente trago a resenha de Insurgente aqui no blog, se você não leu a resenha de Divergente (clique aqui e veja) leia. Ela não será de total importância para essa resenha pois prometo que não darei spoilers, sei que tem gente que ainda não leu. Então quero mandar a expectativa. 


Insurgente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Ano: 2013
Páginas: 512
Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, segundo volume da bem-sucedida série de distopia que conquistou os fãs de Jogos Vorazes e alcançou o primeiro lugar na disputada lista dos mais vendidos do The New York Times, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida - enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.



No primeiro livro temos a guerra entre as facções, muita gente morre, amigos e familiares de Tris. Depois dessas mortes ela não é mais a mesma. Ela acorda muita vezes tendo pesadelos com essas mortes que longo do livro atormentam a vida dela, a ponto dela não conseguir nem pegar em uma arma para se defender.

Insurgente começa onde Divergente termina, sem mais! Após a guerra, Tris, Tobias e seus companheiros vão se refugiar no complexo da Amizade. Lá eles encontram abrigo, apoio e um sistema igualitário, que eles sabem muito bem que não vão poder ficar lá por muito tempo. Nesse livro também nos deparamos com a proporção que tem o grupo dos sem facção e também com a pessoa que os lidera.

Nesse livro temos Tris, ela está prestes a tomar uma decisão que irá mudar a vida de todos os divergentes, que irá mudar a sua vida e a de Tobias. Ela não sabe ao certo o que vai acontecer, ela apenas sabe que precisa salvar todas as pessoas que ama e sabe que o sacrifício é a única solução. Será que ela é capaz de perder a própria vida em prol de pessoas que só tentaram prejudicá-la?

Temos muitas surpresas nesse livro, apesar de achar que Tris está mais racional e em muitos momentos me dava raiva. Os personagens secundários surpreendem e tem um belo destaque, como Cristina, Uriah e Caleb. Não quero me estender para não dar spoilers e estragar o livro para quem ainda não leu. Esse livro é recheado de momentos surpresas e falar qualquer um deles seria dar um spoiler dos grandes. Todos esses momentos são igualmente importantes e essenciais para o livro.

A autora não deixou escapar nada e prende completamente a atenção do leitor. Esse livro surpreendeu do começo ao fim. Deu agonia, desespero, alegria, raiva! Aaahhhh, são tantas emoções e sentimentos que nem sei descrever em palavras.
Palmas para essa autora que de forma cativante conseguiu segurar essa leitora aqui e instigar ainda mais para a leitura de Convergente!

Alguns quotes para deixar ainda mais o clima de suspense no ar...

"A tristeza não é tão pesada quanto a culpa, mas rouba mais de nós"

"Não posso ficar pensando sobre o quanto o acho atraente. Isso só me atrapalhará a fazer o que precisa ser feito."

"- Eu não quero parar você. Eu quero que você se controle, diz ele - Mas se for para ser imprudente, você não pode me impedir de ir junto."

Gostaram? Já leram Insurgente? Conta nos comentários o que acharam! ;)

4 comentários:

  1. Nunca li divergente, muito menos insurgente, mas assisti o filme e estou doido para ler o livro, a sua resenha foi ótima só aumento mais ainda minha vontade de ler divergente =D
    http://ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa era a intenção, deixar vocês ainda mais com vontade de ler! Leia! Vale a pena!

      Excluir
  2. Li Divergente e apesar de não ter se tornado o livro da minha vida, acabei comprando o Insurgente pq não gosto de ler coisas pela metade hahahah
    Mas embestei que só vou lê-lo quando o Convergente já estiver na minha casa!

    bjs
    http://www.confraria-cultural.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei que a autora fez um bom trabalho com Divergente, deixou várias perguntas para Insurgente e milhares para convergente! Acredito que valha a pena ler a trilogia, mas sem forçar!

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.