21 de fev de 2015

Whiplash: Em Busca da Perfeição, 2014

Olááá pessoas, tudo bem?

Bom, posso começar dizendo que eu AMEI esse filme? Beleza, feito! Whiplash está indicado em 5 categorias: melhor filme, ator coadjuvante, roteiro adaptado, montagem e mixagem de som.

O filme trás a história de Andrew, Miles Teller (Divergente e O Espetacular Agora) um jovem baterista obcecado pelo seu sonho de ser o melhor e maior baterista do mundo. Ele quer mais que tudo na vida, ser lembrado por anos e anos e ter seu nome marcado assim como o Buddy Rich, seu maior ídolo. Andrew estuda na melhor escola de música dos EUA, a Shaffer. Por eventualidades do destino, ele é chamado para entrar na orquestra principal da escola e passa a ter o inconstante Terence Fletcher , J. K. Simmons, como professor. 

É nessa oportunidade que Andrew vê seu sonho se realizando, quer dizer mais ou menos. No começo parece ser um sonho, porém cada vez mais o professor dele mostra ser uma pessoa arrogante, inconstante, sádica, maníaco, um verdadeiro psicopata. Terence às vezes tem um tom acolhedor, porém quando chega o momento de exigir resultados ele vai desde sarcasmo, à humilhação e agressão física. Ele defende a teoria que a frase "Bom trabalho" não leva a pessoa a ser excepcional, isso leva a pessoa a ser conformada e ele não quer isso para seus alunos.


Ele tem um gesto muito peculiar e sempre que alguém erra pode ter certeza que por aí vem xingamentos e humilhação, dá até um frio na espinha deixando quem tá assistindo muito tenso e pensando "Putz, o que será que vem agora?". Andrew por sua vez, é um cara bem determinado e tem claro na sua mente o que deseja ser, qual é o seu maior sonho. Muito ambicioso e astuto, ele faz de tudo para conseguir atingir seu objetivo, vira uma obsessão, desde aceitar as humilhações do seu professor inconstante até dar seu suor e sangue, literalmente, para conseguir o que deseja.

Olha, esse filme ganhou meu coração. O filme conseguiu me deixar muito mais tensa do que em muito filme de terror, deixou meu coração acelerado muito mais do que em filmes de ação. O zigzag da câmera dá um toque todo especial ao ritmo do filme e as músicas deixam tudo no ritmo acelerado que a câmera proporciona. E o filme terminou na hora certa, não poderia ter terminado melhor, foi um final perfeito. Do lado do professor: será que vale a pena exigir tanto? Do lado de Andrew: até onde a obsessão pode te levar? Miles Teller toca bateria de verdade e nesse filme ficou evidente o quanto ele é bom e o quanto esse filme vai fazer bem para a carreira dele. JK Simmons, está excepcional! Agora fiquei em duvida em quem devo torcer para o Oscar.

Título original: Whiplash 
Distribuidor: SONY PICTURES
Ano de produção: 2014
Nota: 5/5 + ♥ 


Enfim, assistam o filme! É sensacional! Vocês não vão se arrepender. 
Acompanhe o blog nas redes
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Filmow

4 comentários:

  1. Ahhh, com certeza uma jogada de câmera e de música faz toda a diferença!
    Parece ser um bom filme.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Ainda não assisti esse filme... Mas admito que esse post me deixou cheia de vontade! Não conhecia a história, mas ela já me ganhou... Acho incrível qualquer tipo de instrumento, pena que eu não tenho tanto jeito para eles... E que professor é esse hein??

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho jeito também, mas só de ver o filme deu vontade de aprender ou não, depende do professor hahaha Se for igual o de Whiplash eu saio correndo =O

      Excluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.