16 de mar de 2015

Convergente, Veronica Roth

Título: Convergente
Autora: Veronica Roth
Edição: 1
Editora: Rocco
ISBN: 9788579801860
Ano: 2014
Páginas: 526
Tradutor: Lucas Peterson
Skoob
Compre os livros da série - Americanas | Ponto Frio | Buscapé

Convergente - A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times.
Leia a resenha de Divergente e Insurgente

Olá pessoal, como vão? Eu estou bem na medida do possível. Hoje finalmente trago a vocês a resenha de Convergente. Convergente, último livro da trilogia Divergente escrita pela autora Veronica Roth, nos mostra grandes revelações.

Após o final do segundo livro, foram deixadas novas perguntas: "Como as facções surgiram?" "O que há do lado de fora da cerca?" "O que é um divergente?" "Quem é Edith Prior?"...

Chicago está sob liderança dos sem-fação, o sistema de facção não existe mais. Todos continuam com medo, infelizes com a nova vida, que logo fizeram com que alguns começassem a se reunir contra a nova liderança.

Esse livro se resume em apenas: Morte. Levantes. Soros. Mais morte e mais revoluções. Soros. Fuga. Morte... Não nego que durante diversas vezes tive vontade de jogar o livro contra a parede, Tris como sempre mostra-se fresca e suicida. Dava vontade de dar uns tapas nela. Mas de certa forma, por incrível que pareça, ela está mais madura. Tris consegue respostas sobre sua divergência, e ela vê que ser divergente não é ser perigoso e sim os não puros ou melhor os geneticamente danificados.

Novos personagens surgem em Convergente, alguns importantes e outros não. Ocorreram muitas brigas, revoluções dentro dos complexos e fora de Chicago, tais levantes mudaram muitas pessoas, os que eram contra a violência, acabaram participando no fogo cruzado. Como havia dito outra vez, dos três livros o terceiro é o mais violento e arrebatador.

O que achei: Não tenho problemas com spoilers, quando ganhei a trilogia de presente não hesitei em ler só por causa de um super spoiler que me deram. Mas quando iniciei a leitura do terceiro livro e vi que Tris narrava um capítulo e Quatro o outro, comecei a dar risada pensando: "Mas que autora filha da p***.". Acredite, estou a elogiando, foi muita esperteza da parte dela. Rá.

Falando sério, continuo a dizer que tenho uma imensa admiração pela autora, durante toda trilogia vi o quanto foi inteligente em desenvolver cada ambiente, cada fato e cada personagem. É magnífico a forma como ela descreve o mundo distópico de Divergente.
Acompanhe o blog nas redes
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Google+ ♦ Filmow

9 comentários:

  1. Vc elogiando alguém é engraçado kkkkk
    Ta, acho que com a resenha do último vc me convenceu a ler, mesmo sabendo tbm do super spoiler quero saber os erros e os acertos e principalmente como se dá essa narrativa, tenho certeza q ela deve ter feito bem os momentos narrados pelo Quatro....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha amiga, vai em frente. Essa trilogia é demais!

      Excluir
  2. Seus comentários são hilários ehahahahaha. Eu ainda não li a trilogia, assisti o primeiro filme e realmente gostei muito, tenho medo de por isso, não conseguir ler os livros, acabar abandonando, porque já conheço o enredo.
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita da Veronica é ótima, vale a pena ler sem ter medo de se arrepender.

      Excluir
  3. Lissandro... vou admitir que pulei e não li a resenha mano... medo de spoiler... vou começar a ler a serie essa semana.. e assim que terminar e ler insurgente volto aqui pra ver sua opinião..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relaxa, mano. Minhas resenhas são rápidas e tento manter o máximo o possível de suspense. Não gosto de revelar tudo. Rsrs

      Excluir
  4. Li Convergente em 2014, e foi o livro que mais me deixou destruída. Eu também já sabia desse mega spoiler, e ficava morrendo de medo de quando aquela bendita parte chegaria. Apesar disso, o que mais me deixou de coração partido foi o Uriah </3 Era meu coadjuvante preferido!
    Em relação à moça Verônica, tenho um sentimento de amor e ódio por ela; amor por ela ter escrito uma distopia tão maravilhosa, e ódio por ter matado tanto personagem.

    ResponderExcluir
  5. Bom, eu não li nenhum dos livros da trilogia, assistir o primeiro filme e gostei pois tem muita ação. Mas não é tipo de livro que eu gostaria de ler. Resumindo ele não me atrai, só lendo a resenha já achei muito complexo.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

© Tudo que Motiva - 2014. Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.