[LIVRO] Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra, Leigh Bardugo (Lendas da DC #1)

Olá pessoas, tudo bem? 

Acho que todos conhecem um pouco da Mulher Maravilha, seja pelas histórias em quadrinhos, seja pelo recente filme lançamento de 2017 (que foi fenomenal, diga-se de passagem). Nesse livro, não poderia ser diferente. Vamos ter um pouco de origem da personagem assim como a sua adolescência retratada nas páginas desse livro e sua ânsia pelo reconhecimento de sua mãe e de suas irmãs amazonas.


Diana, filha de Hipólita, 16 anos. No entanto, ela quer ser muito mais que a filha de Hipólita, ela quer provar que não é apenas uma adolescente. Ela é uma amazona, no final das contas. Diana quer reconhecimento, quer provar que ela é capaz e que merece o respeito das suas irmãs guerreiras que sempre dão um jeito de prejudicá-la, seja com palavras ou ações.

Vivendo em Temiscira e embaixo das garras de sua mãe, é muito difícil para Diana provar seu valor e é quando ela menos espera que Alia surge em sua vida. O encontro não é nada esperado e Diana decide fazer o que é certo e não o que é mais fácil para salvar a vida de Alia e, possivelmente, do resto do mundo.

Alia, apesar de parecer, não é uma garota comum. O oráculo acredita que seja uma Semente da Guerra, descendente da infame Helena de Troia. Alia está destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria, mesmo ela não acreditando em nada disso. Alia só tem um desejo, voltar para o conforto do seu lar e esquecer do mundo. 
"- Não é justo exigir que uma pessoa viva pela metade. Não podemos viver com medo. Ou fazemos as coisas acontecerem, ou as coisas acontecem com a gente."
O livro é narrado em terceira pessoa e através de capítulos narrados por Alia e Diana, conseguimos entender o que está acontecendo. Leigh Bardugo conseguiu muito mais do que contar a história de duas personagens, ela conseguiu mostrar o poder feminino e o quão importante são os laços de amizade entre duas mulheres.

O livro é completo para os novos fãs dos super heróis mais famosos. Tem ação, mensagens sobre amizade, família, sobre ser corajoso e enfretar as mais diversas situações e achar o seu lugar no mundo, não vivendo na sombra de outras pessoas. Ao passo que Diana busca o reconhecimento de sua mãe e das amazonas, Alia tenta fazer o mesmo para conseguir o respeito de seu irmão. 

"Mulher-Maravilha" também conta com um toque de representatividade através da Nim, melhor amiga de Lia. Além da dose de diversidade Nim também é responsável pelo alívio cômico nas cenas mais pesadas. 
“Não podemos passar a vida nos escondendo, imaginando o que poderíamos conquistar se tivéssemos a chance. Precisamos nos arriscar.”
Apesar de falar vários pontos positivos do livro, acredito que também devo dizer algo que não gostei tanto. O livro é meio enrolado e lento em algumas partes, e na minha cabeça eu esperava algo mais relacionado com o filme e não foi o que aconteceu. Se você quer algo mais parecido com o filme, não leia esse livro. Se for fazê-lo, tenha em mente que "Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra" fala por si só, sem fazer qualquer conexão com mídias anteriores. 

E eu também queria dizer que queria mais cenas de ação. Teve bastante, mas eu queria muito maaaiiiis! Fora isso, é um livro muito bom e recomendo que vocês leiam não só esse, mas os outros livros dessa série "Lendas da DC" também. Sim, pretendo ler os livros da série toda e fazer a resenha aqui. Fique de olho que ainda essa semana eu libero a reseha do segundo livro ♥

Wonder Woman: Warbringer
Leigh Bardugo
ISBN-13: 9788580417463
ISBN-10: 8580417465
Ano: 2017 
Páginas: 400
Editora: Arqueiro
Skoob | Goodreads
Amazon | Book Depository



Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.