[LIVRO] Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra, Leigh Bardugo (Lendas da DC #1)

quinta-feira, abril 19, 2018
Olá pessoas, tudo bem? 

Acho que todos conhecem um pouco da Mulher Maravilha, seja pelas histórias em quadrinhos, seja pelo recente filme lançamento de 2017 (que foi fenomenal, diga-se de passagem). Nesse livro, não poderia ser diferente. Vamos ter um pouco de origem da personagem assim como a sua adolescência retratada nas páginas desse livro e sua ânsia pelo reconhecimento de sua mãe e de suas irmãs amazonas.


Diana, filha de Hipólita, 16 anos. No entanto, ela quer ser muito mais que a filha de Hipólita, ela quer provar que não é apenas uma adolescente. Ela é uma amazona, no final das contas. Diana quer reconhecimento, quer provar que ela é capaz e que merece o respeito das suas irmãs guerreiras que sempre dão um jeito de prejudicá-la, seja com palavras ou ações.

Vivendo em Temiscira e embaixo das garras de sua mãe, é muito difícil para Diana provar seu valor e é quando ela menos espera que Alia surge em sua vida. O encontro não é nada esperado e Diana decide fazer o que é certo e não o que é mais fácil para salvar a vida de Alia e, possivelmente, do resto do mundo.

Alia, apesar de parecer, não é uma garota comum. O oráculo acredita que seja uma Semente da Guerra, descendente da infame Helena de Troia. Alia está destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria, mesmo ela não acreditando em nada disso. Alia só tem um desejo, voltar para o conforto do seu lar e esquecer do mundo. 
"- Não é justo exigir que uma pessoa viva pela metade. Não podemos viver com medo. Ou fazemos as coisas acontecerem, ou as coisas acontecem com a gente."
O livro é narrado em terceira pessoa e através de capítulos narrados por Alia e Diana, conseguimos entender o que está acontecendo. Leigh Bardugo conseguiu muito mais do que contar a história de duas personagens, ela conseguiu mostrar o poder feminino e o quão importante são os laços de amizade entre duas mulheres.

O livro é completo para os novos fãs dos super heróis mais famosos. Tem ação, mensagens sobre amizade, família, sobre ser corajoso e enfretar as mais diversas situações e achar o seu lugar no mundo, não vivendo na sombra de outras pessoas. Ao passo que Diana busca o reconhecimento de sua mãe e das amazonas, Alia tenta fazer o mesmo para conseguir o respeito de seu irmão. 

"Mulher-Maravilha" também conta com um toque de representatividade através da Nim, melhor amiga de Lia. Além da dose de diversidade Nim também é responsável pelo alívio cômico nas cenas mais pesadas. 
“Não podemos passar a vida nos escondendo, imaginando o que poderíamos conquistar se tivéssemos a chance. Precisamos nos arriscar.”
Apesar de falar vários pontos positivos do livro, acredito que também devo dizer algo que não gostei tanto. O livro é meio enrolado e lento em algumas partes, e na minha cabeça eu esperava algo mais relacionado com o filme e não foi o que aconteceu. Se você quer algo mais parecido com o filme, não leia esse livro. Se for fazê-lo, tenha em mente que "Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra" fala por si só, sem fazer qualquer conexão com mídias anteriores. 

E eu também queria dizer que queria mais cenas de ação. Teve bastante, mas eu queria muito maaaiiiis! Fora isso, é um livro muito bom e recomendo que vocês leiam não só esse, mas os outros livros dessa série "Lendas da DC" também. Sim, pretendo ler os livros da série toda e fazer a resenha aqui. Fique de olho que ainda essa semana eu libero a reseha do segundo livro ♥

Wonder Woman: Warbringer
Leigh Bardugo
ISBN-13: 9788580417463
ISBN-10: 8580417465
Ano: 2017 
Páginas: 400
Editora: Arqueiro
Skoob | Goodreads
Amazon | Book Depository



Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.