[LIVRO] Garoto 21, Matthew Quick

quinta-feira, setembro 06, 2018
Olá pessoas, tudo bem? 

"Garoto 21" é o segundo livro do autor que leio e estou completamente apaixada pela escrita dele. Eu chorei, eu ri, foi um misto muito doido de emoções e uma leitura que vou levar comigo por muito tempo. 


Finley é um garoto introvertido que tem poucos amores na vida, o basquete, sua namorada e sua família. Ele não é de muita conversa, algo que impossibilita de ter uma relação mais profunda com seu pai, mas isso não afeta o relacionamento deles. Finley tem o basquete como sua válvula de escape e sua total dedicação, e apoia-se nisso para dar orgulho ao seu pai e avô.

As coisas vão começar a mudar quando o seu treinador aparece na sua casa certa noite e pede para que Finley o ajude em uma missão, alegando que ele é o único que pode entender a situação. Russ é recém chegado na cidade e ele passou por uma trauma terrível que fez com que ele se isolasse dentro de si e dentro de um universo paralelo. Agora ele é o Garoto21, que possui duas personalidades a que ama o espaço sideral e usa isso como consolo quando se sente sozinho e o basquete. Na verdade, Russ é um garoto muito talentoso no basquete e assemelha-se muito à um jogador da NBA, de tão bom que ele é. 

Russ e Finley acabam tornando-se amigos por obrigação, e apesar de Finley achar que Russ quer tomar seu lugar - afinal, ele é o camisa 21 do time - ele vai fazer de tudo que pode para ajudar seu mais novo amigo, por assim dizer. Os dois possuem uma conexão muito forte e o mistério permeia quase todo o livro e apenas no final vamos saber do que se trata e a conclusão dessa história não poderia ter sido melhor. 


Acho que vale ressaltar que todos somos um pouco de Finley e Russ, ambos possuem problemas que não gostam de falar sobre e que se fecham dentro de seu próprio mundo, não querendo deixar espaço para outras pessoas se aproximarem. 

A mensagem é clara, devemos falar sobre assuntos que nos incomodam, devemos nos abrir com as pessoas que são nossas amigas. Guardar um sentimento por tanto tempo pode ser prejudicial e podemos sim confiar nas pessoas ao nosso redor. E o mais importante, precisamos sempre de ter alguém por perto em quem confiar, com quem podemos contar em qualquer situação. 


Eu já tinha lido outro livro do autor (resenha aqui) e tinha gostado. Porém esse aqui mexeu demais comigo, não sei porquê. Eu chorei demais nas páginas finais e terminei o livro com um sorriso no rosto, com vontade de divulgar para o mundo e por isso estou aqui fazendo essa resenha.

É um livro que vai te prender até o último minuto, vai ter uma pitada de romance, mas o tema principal é amizade, família, perdão e luto. E, eu não sabia, mas parece que o livro vai virar filme. Já quero! 

Garoto 21
Matthew Quick
ISBN-13: 9788580579093
ISBN-10: 8580579090
Ano: 2016
Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Intrínseca
Amazon (R$19,90) | Submarino (R$12,99)



*ESSE POST FAZ PARTE DO TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO/2018*

Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads ♦ Pinterest

25 comentários:

  1. É bacana quando uma história consegue nos fazer rir e chorar, quando nos sentimos tocadas por ela. Histórias assim me fazem refletir e reafirmam o porque de eu ter aprendido a amar a leitura <3
    Desse autor eu só li Um lado bom da vida, mas tem bastante tempo e preciso ler outras de suas histórias. Eu curti muito a resenha e acho que essa pode ser uma boa opção ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma ótima segunda opção, eu gostei demais da leitura

      Excluir
  2. Oi Rosana!
    É a primeira resenha que leio desse livro e já estou apaixonada...
    Gostei muito do que li, o autor parece ter feito um trabalho excelente nesse livro, e por gostar mto de leituras que trazem os assuntos abordados eu qro mto ler Garoto 21, já prevejo mtos lencinhos... rsrs
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prepare os lencinhos porque é provável que você vai precisar :'(

      Excluir
  3. Gosto muito da escrita dele também, já li uns livros do autor que foram só choro e risos e amor pelos personagens. Parece fácil ver essa mistura aqui de novo e ainda com uma lição legal, algo em que se pensar. Gosto disso nos livros dele e essa coisa de se abrir e nao guardar sentimentos é algo forte de se passar numa história. Acho que vai ser uma leitura que vou gostar também ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste, curti muito a escrita e quero conferir outros livros dele também

      Excluir
  4. Oi, Rosana,

    Apesar de ouvir muito sobre esse livro, nunca o li. De antemão, a fase adolescente se sobressai - ao autor explorar essa complicada fase de descobertas do personagem e ao inserir o elemento chave.

    Enfim, o livro parece ter sido bem construído, seja no enredo ou na desenvoltura dos próprios personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fase da adolescência é a pior de todas, talvez por isso o autor decida falar sobre isso em seus livros (pelo menos naqueles que eu li)

      Excluir
  5. Aquela resenha que faz a gente querer o livro lançado no Brasil....Ainda não conhecia o livro, mas já me chamou a atenção por ler basquete e sentimento em um livro só. Curto bastante livro que foquem em temática de relacionamento de amizade e de entender o próximo. Com certeza adoraria ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas já tem o livro no Brasil, chama Garoto 21 e foi publicado pela Intrinseca em 2016 ^^

      Excluir
  6. Puxa, não fazia nem ideia da existência deste livro,mas vou admitir que adorei muito tudo que li acima.
    Não é apenas mais uma história, mas sim, amizade, compreensão e solidariedade. Tudo junto e misturado, onde duas pessoas se descobrem e com isso, podem sim, se ajudarem!
    Com certeza se tiver oportunidade, quero muito poder conferir!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, vale muita a pena. O livro é lindo!

      Excluir
  7. Aiai, Matthew Quick 💖 Amo!
    Recentemente terminei Todas as coisas belas e já entrou para a lista de favoritos, me identifiquei tanto com essa leitura.
    Garoto 21 é lindo, a mensagem que o autor passa é emocionante e ele tem uma escrita que fascina.
    Todos deveria ler os livros dele.
    Uau, esse livro realmente merece um filme.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que lindo!!! Amo livros que deixam essa sensação maravilhoso ao final da leitura e um ensinamento pra vida. Fiquei super curiosa com a leitura e com essa amizade inesperada entre os personagens. Com certeza vou ler!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rosana!!
    Gostei da indicação, ainda não tive o prazer de ler nada do autor Matthew Quick. Adoro livros que tenham temas sobre família, amizade e perdão.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  10. Olá, gosto muito do estilo de escrita do autor, e é claro que fiquei bastante curioso para conferir essa obra, que parece retratar muitas situações que eventualmente acontecem entre as pessoas. Fica bastante clara a mensagem que de é necessário expor nossos sentimentos para que seja possível entendê-los. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, conversar com alguém é sempre a melhor opção

      Excluir
  11. Olá, Rosana
    Já li vários comentários sobre esse livro, mas ainda não li.
    Quero muito ler porque ele nos faz refletir sobre nossa vida, atitudes, sonhos, descobertas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Rosana!
    Achei o retrato da nossa sociedade:problemas com a infiltração das drogas nas escolas e tentando dominar todos os parâmetros sociais, e, o esporte sendo um incentivo para que as crianças e adolescentes sejam afastado desse mundo vil.
    Acredito que seja um ótimo livro para leitura.
    Bom final de semana!
    “A moral, propriamente dita, não é a doutrina que nos ensina como sermos felizes, mas como devemos tornar-nos dignos da felicidade.” (Immanuel Kant)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA SETEMBRO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Não tinha ouvido falar sobre esse livro, mas já me interessei.
    Li apenas um livro do autor (O lado bom da vida) e não curti muito.
    O importante é conhecer pessoas que se possa confiar e dividir aquilo que nos incomoda ou falar sobre algum assunto delicado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Acho que o unico livro que eu já li desse autor foi O Lado Bom da Vida, não foi lá uma grande leitura e depois disso eu nunca procurei algum outro livro dele. Mas gostei da premissa desse, adoro histórias que nos fazem refletir sobre problemas e questões reais.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.