[LIVRO] A Canção de Aquiles, Madeline Miller

Olá pessoas, tudo bem? 

Mais uma resenha literária por aqui. O livro de hoje foi lançado pela Editora Jangada em 2013 e eu não fazia ideia disso até escrever essa resenha. O livro já é meio "velho" e eu nunca vi divulgação nenhum dele. Poxa editora, dá um jeito nisso aí. 


Começo dizendo que minha opinião é baseada única e exclusivamente nesse livro, eu não li Ilíada para poder usar como base. Sendo assim, vamos lá! O livro vai acompanhar o jovem príncipe Patroclo, ele sempre viveu na dele, meio tímido e após um trágico incidente ele é exilado no reino de Fítia. Para lá ele vai e lá ele fica, vivendo à sombra do rei Peleu e seu filho Aquiles. 

À medida que o tempo vai passando, os laços de amizade entre Patroclo e Aquiles vão aumentando. Passando da infância para a adolescência e, eventualmente, a fase adulta. E no livro vamos acompanhar esses anos de amizade, para o descontentamento e irritação da mãe de Aquiles, a cruel deusa do mar, Tétis.  

Aquiles sempre foi muito bom guerreiro e lutador, o completo oposto de Patroclo. Com a disseminação da notícia que Helena de Esparta foi raptada, os homens da Grécia, ligados por um juramento, partem para a invasão de Tróia e com eles, Aquiles e Patroclo. Com a promessa de ser famoso e reconhecido, Aquiles se junta aos gregos dessa guerra que durou anos, mas que nunca chegou a ver o final.


Que livro mais cheio de amor, sentimentalismo, emoção e dor. A gente já começa lendo o livro sabendo o que acontecer e o que nos aguarda no final, mas a gente não espera que aconteceça de uma forma tão cruel e triste. 

O sentimento de Patroclo por Aquiles sempre foi verdadeiro, a relação dos dois sempre de cumplicidade e muito carinho. Ver os dois crescendo, amadurecendo e tendo os próprios pensamentos foram uma feliz surpresa. Eu não esperava sentir uma conexão tão grande com os personagens como eu senti, o que faz o final ser ainda mais devastador. Talvez, se não fosse pelos olhos de Patroclo eu nunca sentiria pena ou afeição por Aquiles, na verdade a raiva dele bateu algumas vezes. Ele foi alguém cego pela fama, pelo orgulho de ser alguém maior do que realmente foi e isso causou a própria ruína. 

O livro é narrado em primeira pessoa, tem muitos personagens - o que é até um pouco difícil de dar conta e lembrar de todos - mas aos poucos vamos nos localizando e lembrando aqueles que foram mais importantes para o crescimento de Aquiles e Patroclo. 


Patroclo foi um personagem cru, sincero, cheio de amor e gentileza para oferecer. Alguém que cresceu à sombra de alguém famoso, mas que nunca se importou com isso de fato, que sempre fez seu melhor dentro das condições oferecidas. Ele gostava da companhia de seu amigo, e amor, gostava de estar perto de estar presente, seja lá o que Aquiles estivesse fazendo. 

Enfim, não é um livro sobre uma guerra grega, é um livro amor, sobre personagens que se amam além da vida e que juntos passaram por obstáculos. Que viveram grandes emoções, que compartilharam momentos de ternura e que, eventualmente, foram pegos pelo cruel destino. 

A Canção de Aquiles
Madeline Miller
ISBN-13: 9788564850330
ISBN-10: 8564850338
Ano: 2013
Páginas: 392
Editora: Jangada

Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.