[FILME] Caixa de Pássaros (Bird Box), 2018

Olá pessoal, tudo bem?

É o último dia do ano, última postagem do ano aqui no blog, e para fechar este ano com chave de ouro, trago hoje para você a adaptação de um livro que gerou e está gerando muita polêmica, Bird Box, adaptação do livro homônimo de Josh Malerman. Quando o livro foi lançado aqui no Brasil, com o título Caixa de Pássaros, já gerou muito polêmica entre os leitores, uns amaram, e outros odiaram, e outros ficaram no meio termo e com o filme não foi diferente. Vem conferir o que achei do filme.

    
O filme nos mostra a saga de Malorie (Sandra Bullock) com seus dois filhos, Garoto e Garota, em um mundo pós-apocalíptico a procura de um refugio, para fugir do "Problema". O filme apresenta cenas entre o passado e o presente.

Nas cenas do passado nos é apresentada a vida de Malorie antes dos eventos, ela está recém separada de seu companheiro e grávida. Vive com a irmã Shannon (Sarah Paulson). Malorie ainda não se sente mãe, trata a gravidez como algo inconveniente em sua vida, a chamando de "condição".
    

Shannon acompanha Malorie a uma consulta rotineira do pré-natal, e é aí que a vida de Malorie muda. Já no hospital há um clima de histeria, uma mulher tenta se matar. Ao sair nas ruas o clima de caos é ainda maior, Malorie e a irmã não entendem o que está havendo. Até que Shannon perde a direção, e antes que ela entre na frente de um caminhão, Malorie vê uma tristeza profunda nos olhos da irmã, e depois ela se suicida. 

Malorie em meio a todo esse caos - e ainda em pânico por ter presenciado o suicídio da irmã - consegue entrar em uma casa, lá ela se encontra com outras pessoas: Tom (Trevante Rhodes), Douglas (Jonh Malkovich), Cheryl (Jacki Weaver), Charlie (Lil Rel Howery), Charlie (B. D. Wong) Lucy (Rosa Salazar) e Felix (Machine Gun Kelly). E juntos eles entendem que o "Problema" consiste nas pessoas verem alguma coisa e logo em seguida terem o desejo do suicídio. Então a partir daquele momento é proibido ver, o lema é não olhe para fora, não abra seus olhos. Os flashes do passado nos apresentam então a rotina dessas pessoas na casa, em busca de uma convivência pacifica, de ajuda mútua para sobreviverem a esse caos. Nestes flashes - que são intercalados por cenas da saga de Malorie e as crianças pelo rio em busca do refúgio - entendemos porque Malorie e as crianças chegaram nessa situação. Será que eles conseguirão chegar ao destino? Como conseguirão encontrar esse local sem olhar? Você terá que assistir para descobrir.
    


Sempre que vou assistir a uma adaptação, procuro já ir com a consciência de apreciar o filme e tentar ao máximo não comparar com o livro, é claro que uma coisa ou outra eu fico chateada por ter ocorrido uma mudança, mas no geral, procuro enxergar de maneira individual cada obra. Em Bird Box tentei fazer isso ao máximo, mas não consegui gostar tanto do filme como gostei do livro. Para mim o livro é excelente e o filme é bom.

As atuações do filme são ótimas, com destaque para Sandra Bullock que arrasou no filme. Porém muito do enredo foi modificado, entendo que não dá para colocar todo o livro no filme, porém alguns fatos que vou citar daqui a pouco que para mim eram essenciais, foram deixados de lado na adaptação.
   


A fotografia está perfeita. O cenário ficou ótimo, ver os corpos em decomposição durante as passagens de tempo do filme foi uma ótima sacada, assim temos plena ideia de quanto tempo se passou.

Quando li o livro eu não conseguia largar, as cenas eram tensas, o suspense era excelente, não consegui sentir o mesmo assistindo ao filme. 

Algumas teoria surgiram na internet, a mais comentada publicada aqui, fala que o filme é uma metáfora para depressão. Sinceramente, me irritei um pouco com essas pessoas, esse é apenas um filme distópico, não tinha nada que problematizar o longa. Concordo que até faz sentido a teoria, porém para quem leu o livro, sabe que essa foi uma viagem enorme. O galerinha criativa...rs....

Outra coisa que me irritou foi dizerem que o longa é uma cópia de Um Lugar Silencioso. Concordo que sim, há muita semelhança na ideia central, mas acaba aí. Quando assisti Um Lugar Silencioso, logo pensei em Caixa de Pássaros, mas não existe isso de um ser cópia do outro, pois um é baseado em um livro que foi lançado bem antes do filme em questão. E concordo também que Um Lugar Silencioso é bem melhor que o filme Bird Box.
   

Outra comparação que vi foi com o filme Fim dos Tempos (The Happening), 2008. Também fiz essa comparação ao ler o livro, mas apenas devido ao fato de algo fazer com que as pessoas se matassem, a semelhança acaba por aí.

----------------------------------------SPOILER DO FILME E LIVRO----------------------------------------------------------------------------
Agora algumas coisas que me deixaram chateada com relação a adaptação. Para mim, faltou a cena dos cães, é claro que seria bem sofrido, pois foi muito difícil ler essas cenas, porém achei que deixaria o filme com mais suspense e adrenalina. Faltou também uma melhor explicação do treinamento das crianças. Vi um comentário que dizia que o maior mistério era como crianças naquela idade ficariam tão comportadas, isso ficaria claro se houvessem algumas cenas mostrando como as crianças foram treinadas para viver naquele mundo, como a audição delas foi super estimulada e que por isso Malorie precisava delas para chegar ao refúgio. A parte que mais me chateou e que deu abertura para essas teorias malucas de depressão, foi pela representação das criaturas. No filme parece que as criaturas são tipo demônios que fazem as pessoas quererem se matar, no livro isso não fica claro, no livro temos que as pessoas, ao visualizar as criaturas, matam as pessoas ao seu redor e depois se matam, há até uma parte que fala que talvez as criaturas não queiram o mal dos seres vivos, talvez nem elas saibam o porque causam esse efeito. No filme houve uma tendência mesmo para que ficasse com ares de sobrenatural, coisa que não há no livro. Senti falta de alguns personagens também, não gostei da forma como modificaram a morte da Shannon. Consegui odiar o Gary, porém o do livro foi mais odiado. Senti falta da cena do poço. Quanto ao final, foi bom, semelhante ao do livro, porém achei que no livro foi melhor, pois falava das dificuldades enfrentadas por eles no começo do "Problema" e em como tiveram que se cegar para poderem sobreviver. 
------------------------------------------------FIM DOS SPOILERS--------------------------------------------------------------------------------

Enfim, Bird Box não é uma ótima adaptação, também não é um filme marcante, principalmente para quem só assistiu ao filme, porém não é um filme ruim, para mim é um filme bom sim e que vale a pena ser conferido.

E vocês já viram? O que acharam? Contem para mim.

Ouçam. Faremos a viagem. Será difícil. Se ouvirem algo na floresta, me contem. Se ouvirem algo na água, me contem. Mas, sob hipótese alguma, podem tirar a venda.





Título original: Bird Box
Ano: 2018
Duração: 1h 57min
Direção: Susanne Bier


Aproveitando... Feliz 2019!!! Que esse ano seja repleto de alegrias e realizações. Cheinho de livros, séries e filmes para nos fazer feliz. Abração pessoal e que passemos este novo ano aqui juntinhos novamente!

Acompanhe o blog nas redes sociais!
Instagram ♦ Twitter ♦ Facebook ♦ Skoob ♦ Goodreads ♦ Pinterest

2 comentários:

  1. Filme e livro para mim, são duas coisas completamente diferentes!Apesar de ter lido o livro há muito tempo(vou reler), o filme conseguiu trazer uma Sandra que estava sumidinha e apagada. Mas também apresentou uma versão totalmente diferente do livro.
    E as comparações com Um Lugar Silencioso, na minha humilde opinião, foram toscas.
    O filme que mais foi comentado neste final de ano, mas que oh, rendeu memes hilários..rs
    Eu adorei!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Não li o livro porque não faz o meu gênero, pelo mesmo motivo não vou assistir ao filme; mas parece que é uma obra e tanto.

    Beijos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.